Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Dá vontade de rir pela descoberta de um novo caminho para criar um novo imposto, desta vez para alimentar os pobres dos artistas do audiovisual, para deste modo serem ressarcidos dos seus trabalhos. Estou a referir-me á tão insólita como ridícula forma de pagar os propalados direitos de autor.

direito autior 1.jpg

 

Os artistas do áudio e vídeo acham normal taxar todos os equipamentos que são vendidos ao público, tais como CDS DVDs Pens entre outros produtos, como se, os que os compram, visem apenas o usufruto ilegal dos conteúdos disponíveis na Web.

direito autior 2.jpg

 

Esta esperteza saloia é de estarrecer pela inovação no saque aos cidadãos. Portugal sempre na frente nesta matéria! Aprenderam com este Governo, só pode! Nesta rede, os intermediários, aqueles que nada produzem, elaboram e implementam estas estratégias e não têm problemas nenhuns com isso, em os sugerir, como se legais e justos se tratassem! A ver vamos se o Governo tem a coragem de legislar deste modo anedótico, nesta área do Conhecimento e Cultura.

fundaçoes 1.png

 

Á “Fundação Mário Soares” foi concedida, pela CM Lisboa um subsídio de 40000 euros. António Costa assinou, achando justo esta esmola (desculpem, subsidio),ao camarada Soares. Afinal de contas ele precisa de pagar as suas despesas diárias e as suas magras subvenções e pensões, não chegam para tudo!

images3PNKBMN4.jpg

 

Não sou munícipe de Lisboa mas custa-me ver este tipo de comportamento. Que mais valia traz esta Fundação, como outras pelo País fora, neste caso para os lisboetas?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:12



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D