Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CONTRAPONTO

O MEU PRIMEIRO BLOG E QUE RESUME ATÉ HOJE OS TEMPOS BONITOS DOS COMPANHEIROS E AMIGOS "BLOGERS"...

CONTRAPONTO

O MEU PRIMEIRO BLOG E QUE RESUME ATÉ HOJE OS TEMPOS BONITOS DOS COMPANHEIROS E AMIGOS "BLOGERS"...

26
Jan07

POESIA CONTEMPORÂNEA PORTUGUESA!

jotaeme

Portugal sempre teve e tem excelentes poetas e escritores... anotem bem este naco de prosa por um dos nossos ditos poetas.

O Amor é como a relva!
 Você planta e ela cresce!
 Vem uma vaca, e estraga tudo!..."

 
 


Assinado por esse grande apreciador

de poesia: Jorge Nuno Pinto da Costa 

A bem do nosso FCP: SEMPRE!
  

21
Jan07

AS "INJUSTIÇAS DA NOSSA JUSTIÇA "...CEGA!

jotaeme

A aplicação da lei e da justiça em Portugal é uma das áreas mais problemáticas que temos para que as nossas instituições democráticas  e  por arrasto as nossas vidas, sejam afectadas, para o  bem ou para o mal! E o que temos visto nestes últimos tempos como alíás nos últimos anos, é um suceder de decisões e resoluções ambíguas, obscuras, reveladoras de "pressões" por parte daqueles que detêm o poder econòmico e da comunicação social, ajustando a opinião pública ás suas nobres "intenções"! Ele é o caso !CASA PIA", "O APITO DOURADO", "A OPERAÇÂO FURACÃO", etc, etc. Erros de processos que originam todo o anular de trabalhos de anos, fugas de segredo de justiça que "fazem reverter para a praça pública autênticos linchamento populares, agitação das mentes, desassossego com essas decisões para o cidadão comum, enfim causas perturbadoras do bom funcionamento da nossa justiça , criando um clime de perpelexidade que não trará nada de bom para todos nós!Espero sinceramente que todos aqueles elementos que caussam estas situações sejam punidos por uma justiça séria e competente! Mas que tenho algumas dúvidas e apreensões...lá isso tenho, até prova(s), em contrário!

 

omico

17
Jan07

NÓS, OS GRANDES PORTUGUESES!!!

jotaeme
Nós, portugueses, temos a mania de sermos melhor em tudo e em relação aos outros povos nos mais diversos campos de actuação, seja em que área for... agora  deu-nos para escolher ou eleger (de maneira mais ou menos duvidosa!) os melhores 100 portugueses da nossa história , passada e recente! E lá vamos nós levar com personalidades das quais muitas delas, comparativamente com muitos outros cidadãos deste país, ficarão muito mal na fotografia.
Na minha modesta opinião, grandes e valorosos portugueses somos todos nós que vivemos e lutamos com denodo por uma vida digna, todos os dias.Que enfrentamos dificuldades imensas para educar e sustentar as nossas famílias, aturar desatinos de muitos e mantermos um equilibrio emocional, mesmo quando a vontade é de arrear a torto e a direito! Os outros portugueses que já cá não estão, tanbém tiveram o seu desempenho, muitas vezes, sem lhes ser dado o devido realce é certo, mas não queiramos agora eleger uma centena como referência, quando na verdade somos e foram muitos milhões. Centremos a nossa força e atenção para coisas mais importantes nestes tempos actuais, como o emprego, a formação profissional, a elevação do nosso ensino nas escolas e o relevo á nossa cultura! Aí sim é que devemos tentar ser os melhores, mas em conjunto e como um país inteiro de corpo e alma! Para deixarmos de ser os eternos coitadinhos...
05
Jan07

NÓS "DRAGÕES" SOMOS QUANTOS?

jotaeme

Para todos aqueles que amam estas duas cores, aqui deixo esta descoberta feita por uma portuguesa, portista naquelas terras distantes da Indonésia...

Tânia Marques, observadora da União Europeia destacada para as eleições em Aceh, cidadã portuguesa, tripeira de gema e portista militante, chega ao outro lado do Mundo e nem quer acreditar no que vê com os próprios olhos. Pára, belisca-se e saca da câmara fotogrática, para que não haja dúvidas, para que fique o registo a milhares e milhares de quilómetros do Bolhão, da Ribeira e do Estádio do Dragão, na distante província autónoma da Indonésia, ali está o... "Café F. C. Porto", assim mesmo, sem tirar nem pôr, num edifício convenientemente azul e branco. Não, os donos não são portugueses. São indonésios e tão ou mais ferrenhos do que qualquer portista encartado e de cotas em dia...

Como é hábito na bazófia nacional e na fanfarronice da grandeza colonial perdida, gabamo-nos de ter arrredondado a terra e de ter um patrício em qualquer canto do mundo. Até podia dar-se a circunstância de estes dragões de Sumatra serem longínquos descendentes dos descobridores portugueses que desembarcaram na ilha, no século XVI, mas, com toda a evidência, não é esse o caso. Nunca puseram os pés em Portugal. Não dizem um palavra de Português e muito menos com sotaque de Cedofeita. Foi o mundo multimedia que fez deles portistas fanáticos.

O arrebatamento de Muslim Harum (26 anos) pelo F. C. Porto começou na época 2001-2002. Apaixonou-se pelo dragões nos jogos da Liga dos Campeões, a que assistiu pela TV, e nunca mais deixou de torcer pelo campeão português. As antenas parabólicas, dirigidas aos céus de Sumatra, captam todas as movimentações do dragão e não há jogo que Muslim e os amigos não vejam. Mesmo com a diferença horária (mais sete horas em Banda Aceh, capital da província), estes portistas asiáticos vencem o sono e não perdem um único desafio. Em dias de jogo do "fê-quê-pê" o café fica aberto até às tantas da madrugada, para que os clientes possam vibrar com as fintas de Quaresma ou com os golos de Postiga.

"Ir por uma das ruas principais da cidade de Banda Aceh, onde tudo é tão caracteristicamente asiático, onde as inscrições são em bahasa e ver uma casa pintada de azul e branco, onde está escrito Porto, não é alucinação devida ao tão grande amor à cidade e ao clube. É mesmo assim! É ver algo tão familiar, a milhares de quilómetros, num mundo tão diferente", conta Tânia Marques, funcionária da UE destacada como observadora para as eleições em Aceh, realizadas em Dezembro último.

Lá no extremo norte de Sumatra, naquela remota comunidade de portistas ultramarinos, o ano de 2004 teve de ser uma concilação de contrastes em 26 de Maio, festejou-se por toda a cidade a vitória sobre o Mónaco e a gloriosa conquista da Liga dos Campeões pelo F. C. Porto; a 26 de Dezembro, o "Café F. C. Porto" resistiu às ondas de destruição causadas pelo tsunami, que provocou milhares de mortos e que deixou um rasto de devastação em toda a província de Aceh.Após este relato o que dirão os nossos queridos inimigos? Para que conste e se divulgue a grandeza do meu (nosso) F.C.PORTO!!!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D