Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CONTRAPONTO

O MEU PRIMEIRO BLOG E QUE RESUME ATÉ HOJE OS TEMPOS BONITOS DOS COMPANHEIROS E AMIGOS "BLOGERS"...

CONTRAPONTO

O MEU PRIMEIRO BLOG E QUE RESUME ATÉ HOJE OS TEMPOS BONITOS DOS COMPANHEIROS E AMIGOS "BLOGERS"...

13
Abr06

A PÁSCOA PARA TODOS...

jotaeme

NESTES TEMPOS CONTURBADOS A CELEBRAÇÃO DA PÁSCOA DENTRO DOS ENSINAMENTOS DA RELIGIÃO CRISTÃ APREGOA MAIS UMA VEZ A LIBERTAÇÃO DO HOMEM COMO CRIAÇÃO DE DEUS ATRAVÉS DO SACRIFICIO DO SEU FILHO JESUS CRISTO, E DA DIGNIFICAÇÃO DA VIDA PARA TODOS NÓS COM AS OPORTUNIDADES QUE TODOS DEVERIAM TER PARA QUE A MÍSÉRIA, VIOLÊNCIA E A EXPLORAÇÃO DO HOMEM PELO HOMEM NÃO MAIS TIVESSE POSSIBILIDADE DE EXISTIR... SE DIFÍCIL DE ERRADICAR, PELO MENOS TEMOS DE ATENUAR ESTAS SITUAÇÕES COM O NOSSO PROCEDER DE VIDA!VAMOS ENTÃO TODOS FESTEJAR ESTES DIAS COM EQUILÍBRIO E CONTINUAR COM UMA VIVÊNCIA EQUILIBRADA E TIRAR PRAZER DE ESTAR VIVO E USUFRUIR ESTA BENESSE SEM ATROPELAR OS OUTROS!!!

BOAS FESTAS!

13
Abr06

FUMAR MATA?.... OS OUTROS!!!

jotaeme
Não-fumador pode chegar a fumar 15 cigarros em discotecas
Um estudo da Universidade do Minho diz que um não-fumador pode chegar a fumar 15 cigarros por cada oito horas em locais como discotecas. Em restaurantes, essa média desce para cinco, enquanto que em edifícios da Administração Pública existe uma redução na contaminaçãoUm estudo da Universidade do Minho confirma que se os não-fumadores permanecerem várias horas em locais com fumo acabam por fumar vários cigarros por dia.
Segundo o coordenador deste estudo, José Precioso, nos restaurantes, um não-fumador acaba por fumar em média cerca de cinco cigarros em cada oito horas de exposição, contudo este número sobe para 15 cigarros se estivermos a falar em discotecas.
No que se refere aos edifícios da Administração Pública, como as câmaras municipais, José Precioso assinalou uma redução da contaminação, uma diminuição que tem a ver com o facto de as pessoas fumarem menos nestes locais.
Para este especialista, há já um «certo pudor em fumar em sítios públicos», podendo também esta diminuição estar associada a grande volumetria dos edifícios em causa.
José Precioso indica, no entanto, que em determinados locais, um não-fumador pode transformar-se mesmo num «fumador activo» ou num fumador «sem filtro». «É preciso ver que muitas vezes ainda é pior o fumo passivo que o fumo activo», acrescentou.
Este professor formulou ainda o desejo de que quando a nova lei relativa ao tabaco for colocada em prática não haja recusa por parte da indústria da restauração e criticou a posição de alguns sindicatos sobre esta matéria.
«É incompreensível, porque os sindicatos existem para proteger os trabalhadores. Está em causa a saúde dos trabalhadores e é essa saúde que deve ser uma preocupação dos sindicatos», concluiu.
Este estudo foi o maior feito em Portugal sobre a contaminação do ar em ambientes fechados, tendo sido realizado com o recurso a medidores de qualidade de ar colocados em vários locais.MEUS CAROS AMIGOS E COMPANHEIROS, ACERCA DESTE TEMA SÓ GOSTARIA QUE DÉSSEMOS UMA PROVA DE CORAGEM E INTELIGÊNCIA PARA IMPLEMENTAR DE UMA VEZ POR TODAS AS MEDIDAS QUE ENVERGONHADAMENTE OS NOSSOS POLÍTICOS QUEREM LEGISLAR! É IMPRESSIONANTE QUE MESMO DEPOIS DE TANTAS CERTEZAS QUANTO AOS MALEFÍCIOS DO TABACO, AINDA PERSISTAM RESISTÊNCIAS CORPORATIVAS PARA A APLICAÇÃO DESTAS REGRAS!PENSEM SÉRIAMENTE NISTO, PARA O NOSSO BEM!
13
Abr06

OS NOSSOS POLÍTICOS...QUEM DIRIA....

jotaeme
AO MENOS, DÊEM-SE AO RESPEITO!!!
 
Maioria não vota diplomas do Governo por falta de quórum, (a maioria dos deputados foram para as férias pascais antecipadas!)
Oito propostas do Governo e um voto de protesto do CDS/PP contra o encerramento das maternidades de Barcelos, Santo Tirso e Bragança ficaram ontem, véspera de férias de Páscoa, por votar no Parlamento por falta de quórum de deputados. Dos 230, estavam no plenário apenas 111 parlamentares, quando são necessários, no mínimo, 116 para se poder proceder a votações.

Os partidos trataram de descartar responsabilidades, mas o presidente da Assembleia da República, Jaime Gama, foi peremptório ao dizer que o regimento será "taxativamente cumprido". Ou seja, aos deputados faltosos cujas faltas sejam consideradas injustificadas será descontado 1/20 do seu vencimento.

Foi o próprio Gama que se apercebeu da situação já perto das 19 horas. "Não há quórum de deliberação", anunciou. Na ocasião, apesar do PSD ter 75 eleitos, estavam apenas nas filas da frente alguns membros da direcção e deputados que tinham participado num debate sobre Justiça. No CDS/PP viam-se menos de metade dos deputados. À Esquerda, o PCP e o BE eram as bancadas mais compostas. No PS faltavam muitos dos 121 eleitos.

O período de férias da Páscoa ajudou à debandada, pois o Parlamento só retoma os trabalhos na quarta-feira. Em 2004, deu-se um caso semelhante, mas a direcção da bancada do PSD (então maioritária) adiou a votação. Ontem, foi nesta linha que o actual líder parlamentar do PSD atirou as culpas ao PS. "É lamentável que um partido maioritário não assegure o quórum", declarou Marques Guedes, responsabilizando Alberto Martins por não ter assegurado que os diplomas do Governo fossem votados pela sua própria maioria.
Há mil e um discursos moralistas que se poderiam fazer sobre o facto de o Parlamento não ter conseguido quórum para votar, porque muitos deputados, apesar de a Assembleia até encerrar hoje, resolveram partir mais cedo para as suas mini férias da Páscoa. A situação é tão triste e os deputados faltosos expuseram-se tanto que tudo o que se diga condenando a atitude é, até, redundante.

O pior, seguramente o mais triste, é não sabermos que ponta de arrependimento tem cada um dos que deixou a cadeira vazia. Um pedido de desculpa é essencial, quando não temos todos o direito de pensar que cada um dos senhores e das senhoras se baldou na certeza de que o vizinho do lado estaria por si
O país tem os deputados que elege. O Dr. Jaime Gama, presidente da Assembleia, deveria encarar seriamente a possibilidade de nos dizer, um por um, o nome dos faltosos. Não é um apelo à denúncia, é apenas um apelo à reposição de um mínimo de decência.

Não vale a pena levar a questão ao extremo e pensarmos que é esta a classe dirigente que temos. Seria injusto. Mas é preciso dizer a esta gente que o mínimo que pode fazer é dar-se ao respeito. Ao menos, dêem-se ao respeito
11
Abr06

A EUROPA E OS EUROPEUS...

jotaeme

Não haja dúvidas sobre este facto incontornável:Tudo o que passa e faz neste espaço europeu nos afecta e diz respeito. Aquela ideia que passava como certa e com limites fronteiriços já lá vai e temos de acertar as nossas vidas contando com o que se vai desenrolando aqui e nos nossos vizinhos mais ou menos próximos.Porque se fala em França e nas lutas contra o CPE? como nos influenciam as eleições na Itália e de quem as vai vencer?Porque damos especial atenção á possibilidade de maior estabilidade e de paz aqui bem perto na nossa vizinha Espanha e os seus conflitos com a ETA por ex:?

Estes são apenas alguns pontos de referência que nos devem motivar a fazer mais e melhor por Portugal e por nós próprios, fazendo sentir aos nossos políticos que cidadania é com todos e não apenas com aqueles que aparecem frequentemente na comunicação social, despertandop-os ainda mais se possível para o nosso futuro e a defesa dos nossos valores e das nossas gentes com especial ênfase para os jovens que querem construir as suas vidas e vêm grandes incertezas e obstáculos e influências de outros continentes, alguns com níveis de vida e desenvolvimento que poêm em causa tudo aquilo por que temos lutado e vivido!

Não tenhamos dúvidas:ao fazermos um espaço europeu forte e solidário é que poderemos vencer batalhas!tenhamos a coragem e vontade de executar as nossas tarefas e deveres com competência e entusiasmo!È este o único caminho que nos resta, sem qualquer dúvida!

03
Abr06

ONTEM FUI AO DRAGÃO...

jotaeme

 

ONTEM FUI AO FUTEBOL…AO DRAGÃO- 1ª VEZ AO VIVO!

Após um jejum de muitos anos e as lembranças de associado do FCP de há muitos anos, fui ontem domingo 02abril, de abalada ao estádio do “dragão” na companhia da minha filha Andreia e o seu marido Ruben, todos azuis de alto a baixo!

Eu já tinha visto o novo estádio mas vazio só para encher o olho aquando do Euro2004, pelo que ontem ao entrar no anfiteatro senti um prazer indescritível e mesmo sendo com o Gil Vicente, para mim o que é importante é todo o ambiente que ali se respira, que me reenviou ás minhas memórias de adepto de todos os domingos presente no estádio das Antas e que tantas alegrias e emoções me proporcionaram! Foram 90 minutos de festa e alegria a cantar, a chamar “Dr.” ao árbitro, comer pipocas ao intervalo, enfim, o cheiro do futebol ao vivo! Incomparável!

Após o fim do encontro e no regresso a casa, ficou a vontade de voltar e largar o estádio do sofá, porque na verdade ver na TV e estar lá ao vivo, não é a mesma coisa! A ver vamos….

Força FCP, no próximo sábado em Alvalade é para ganhar e podermos preparar a festa do título… é essa pelo menos a minha vontade!

 

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D