Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CONTRAPONTO

O MEU PRIMEIRO BLOG E QUE RESUME ATÉ HOJE OS TEMPOS BONITOS DOS COMPANHEIROS E AMIGOS "BLOGERS"...

CONTRAPONTO

O MEU PRIMEIRO BLOG E QUE RESUME ATÉ HOJE OS TEMPOS BONITOS DOS COMPANHEIROS E AMIGOS "BLOGERS"...

18
Dez13

PORQUÊ?

jotaeme

Porque será que os Professores têm de ser avaliados? Porque será que os Professores não querem ser avaliados? Tenham cinco ou mais anos de atividade e prática profissional?

Tenho para mim que a Avaliação Contínua não deveria ser um trauma, um obstáculo e que periodicamente pudessem refletir e melhorar os seus desempenhos. O óbice mais importante é o modo como essa Avaliação deverá ser feita, mais bem pensada e com menos mediatismo, dentro do (s) ambiente (s) escolar (es), sem incómodos ou desconfortos, por períodos temporais bem medidos e ainda que houvessem estímulos a todos aqueles que mostrassem o seu verdadeiro empenho e dedicação na nobre arte de Ensinar!

O MEC e o seu Ministro atual têm de promover um diálogo pela positiva em que se alcance um consenso o mais alargado possível, com os Professores e o cenário da Escola Pública! Estes dois fatores são a alma da Educação em Portugal! Para que o terceiro ator e o mais importante a meu ver, os Alunos, fechem assim este triângulo fundamental para o nosso País!

E assim se evitariam estes folclores dos Sindicatos e seus lideres alguns destes que por muitos e muitos anos debitam sempre o seu voto contra, viciados que estão no mediatismo e protagonismo pessoal, recusando-se a perceber a evolução dos tempos! Quase todos sem exercerem a sua verdadeira função, ou seja, nas Escolas a ensinarem nas salas de aula, os seus Alunos…

Sinceramente é esse o meu desejo que neste setor, tudo se entenda e resolva, conferindo dignidade a estes três polos e atores, ou seja, Professores, Alunos e Escola Pública! Selecionando sempre os melhores, mas conferindo-lhes vínculos mais seguros e motivadores. É essa a sua verdadeira missão, snr. Nuno Crato. Esqueça a Escola Privada enquanto estes objetivos que enunciei não sejam conseguidos nas Escolas Públicas!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D