Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A NOSSA (POBRE), POLITICA NACIONAL

por jotaeme, em 01.04.15

Em ano de eleições 2015, vai mostrar-nos todos os movimentos e artifícios que a nossa classe politica tem em carteira.

Políticos no ativo a posicionarem-se com estratégias invulgares, (António Costa manda ás malvas a C.M. de Lisboa e os seus munícipes, para tratar da sua vidinha, depois de ter atraiçoado o seu colega Seguro), em que tudo vale para conseguirem os eus objetivos.

Vejam o recente exemplo das eleições para a Assembleia Legislativa da Madeira: Após a retirada forçada do maior “dinossauro politico”, de que há memória, o snr. Alberto João Jardim, e que agora se prepara para vergonha e incómodo de muitos dos seus colegas de oficio, para ocupar um lugar na bancada do PSD no hemiciclo da AR, em Lisboa, mesmo que seja só por gozo, agora no “contenente”, como tantas vezes nos designava ironicamente e se prepara para deste modo desestabilizar aquele areópago da nossa democracia, tirando o lugar ás novas gerações que poderiam ocupar o mesmo, com mais lógica e frescura nas raras vagas que vão aparecendo no hemiciclo!

Em paralelo verificar o zelo como os partidos perdedores, reclamaram a recontagem dos votos apenas para poder retirar a maioria absoluta ao PSD Madeira!

images6F5UO44B.jpg

 

O nosso (ainda), Presidente da República lá vai mandando “bitaites” á esquerda e á direita tentando incarnar um papel apaziguador mas que ninguém da Oposição respeita! Preparam-se de modo quase ridículo as figuras para putativos candidatos para esta nobre função, alguns desses  nomes sugeridos dão-me vontade de rir, (Vitorinos, Rebelos, Santanas, Barrosos, como figuras mediáticas na TV, se colocam estrategicamente dando a ideia do seu desapego, mas prontinhos para responder á chamada para este “apetitoso” lugar!

imagesT56KF9UJ.jpg

 

Entretanto alguns vão garantindo o seu tachinho com colocações e remunerações pornográficas em empresas que já foram do Estado e agora privatizadas ficando assim melhor colocados nas suas movimentações em influência dos meandros político económicos…

educaçao adultos.png

 

Pergunto eu: E os restantes nove milhões de portugueses como vão de vida? Será que veem o seu futuro mais claro e desafogado? A austeridade vai acabar? A nossa Saúde vai subir para patamares dignos de um país democrático europeu? A nossa Educação vai ter de uma vez por todas, níveis e patamares de excelência sem as constantes lutas entre as corporações sindicais dos professores e o Ministério da Educação?

Muitas outras questões poderia colocar que têm a ver com o verdadeiro dia a dia dos “tugas” mas fico-me por aqui. Só espero que a nossa classe politica pense sempre em favor do cidadão português e se deixe destes joguinhos em que só interessam os seus partidos, como se numa democracia a sério, os que estão na Oposição não sejam sempre os maus e os do Governo os bons| Pensem bem nisto Srs. políticos portugueses!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:36



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D