Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


massacre paris 1.png

 

É uma tragédia que só após eventos como o deste fim de semana em Paris nos façam de novo despertar para uma problemática que afeta o mundo na sua globalidade.

Porque nos tocou de perto “acordamos” de novo para esta realidade cruel. Enquanto que se assiste á destruição de países como a Síria, Iraque, a nossa consciência tem permanecido quase indiferente perante o inenarrável sofrimento dos cidadãos sírios e iraquianos entre outros. As imagens muito semelhantes e algumas delas muito mais violentas, das que acabamos de assistir em Paris, com destruição de pessoas e bens materiais parece não ter produzido uma reação internacional eficaz e rápida ao longo destes meses angustiantes no “Pós- Primavera Árabe”! Agora nesta vaga brutal de migrantes que têm ainda uma ultima e final decisão de abandonar as suas terras, as suas famílias os seus laços de cidadania, porque a alternativa seria a Morte sem qualquer dúvida imposta por monstros que se dizem humanos e por uma dominação física e espiritual sem limites, destruindo todos os sinais que na sua imbecibilidade terrorista apregoam ser contrária à sua civilização e pior, invocando “deuses vingativos” como se ainda vivêssemos nos medos e obscurantismos da Idade Média! Ao sermos agora de novo tocados no nosso “território”, ficamos indignados e vociferamos raios e coriscos!

Mas o que é imperdoável é neste caso Sírio/Iraquiano é a passividade e o desleixo, do deixa andar das nações mais fortes em termos diplomáticos e forças de execução e controle (leia-se exércitos e poder militar) que ficam sempre pelas meias medidas e quase sempre em função de interesses económicos! Países do Golfo Pérsico, ditos amigos dos EUA que fazem jogo duplo com gentes e ideais de humilhação desde que professem religiões diferentes, algumas baseadas em regras medievais, dando como exemplo os Direitos de Igualdade das Mulheres no seu exercício de Cidadania! Arabia Saudita, como exemplo(mau) deste “way of life” é apenas o mais relevante!

siria 1.png

 

O famigerado bando de malfeitores, de seu nome ISIS, tem de ser eliminado, já o deveria ter sido! E todos aqueles que aproveitam os despojos desta guerra insana também devem ser punidos! Expliquem-me como é possível haver mercenários que compram e usam os produtos roubados destes dois países? O petróleo iraquiano e os monumentos em pedaços da Síria que estão a ser adquiridos por mentes perversas que só se importam com o dinheiro que estes despojos lhes rendem? Haverá coragem e decisão para combater e derrotar de uma vez, estes poderes ocultos e muitas vezes conectados com personagens fora do retrato árabe?

Quanto aos infelizes cidadãos, eles que se mexam, que fujam, que morram, terá que ser este terrível destino? Esta tragedia humana, parece passar ao lado destes monstros e criminosos civilizacionais!

Têm a palavra os mais poderosos para passarem da teoria á prática!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:09


UM DESAFIO E PÊRAS…

por jotaeme, em 13.11.15

5932da3d11d3b04a79580af1f812ec47_N.jpg

 

Esta possibilidade de um Governo á Esquerda vai ser uma grande e difícil tarefa. A composição de três forças politicas que têm visões politicas diferenciadas, vai originar uma unidade a favor apenas de Portugal e dos seus Cidadãos? Vão ter a coragem de pensar só nos portugueses e não suas ambições politicas e partidárias?

Vão lutar com as suas ideias arejadas no espaço europeu, ou não resistirão á tentação de regresso aos “saudosos” tempos do PREC?

Todos nós nos interrogamos sobre todas estas possibilidades porque ao longo destes quarenta anos de democracia nos deixamos “adormecer” pelas soluções miraculosas da Direita e do Centro, e em simultâneo, diabolizando a Esquerda como o espectro politico que nunca nos traria(trará) nada de bom. Chegamos a esta situação caricata, de nunca os novos políticos se lembrarem neste final eleitoral, do facto de que mesmo que uma determinada força politica ganhasse numericamente as eleições, poderiam não governar desde que os restantes partidos unidos em coligação reivindicassem a sua oportunidade com a promessa de que não viabilizariam os vencedores…

Então porque não trataram ao longo destes anos de salvaguardar esta saída, ou probabilidade legal? Porque no meu modesto entender, os ditos partidos do “arco da governação”, tomaram como adquirido este vaivém governativo remetendo os outros partidos mais pequenos para uma vivencia residual no Parlamento. A ser verdade este pensamento e comportamento políticos, é no mínimo ridículo e mais, tornou-se perigoso este comportamento partidário!

eleicoes 2015.png

 

Agora o que fazer?

Há que correr e enfrentar o “risco” segundo a Direita e Centro, e esperar que a Esquerda mostre o que vale! Mesmo que possamos sofrer alguns reveses! A Democracia é assim!

Agora a faceta “arruaceira” do PSD/CDS é que me surpreende no modo como vão classificando o adversário, Paulo Portas e a sua “geringonça”, o “aquilo” da ministra da Finanças e ainda a vontade súbita de Passos Coelho, em revindicar á pressa uma Revisão Constitucional, para alterar a lei que o impediu de governar agora!

Com estas atitudes estão a esbanjar todo um capital politico que tinham adquirido e uma credibilidade da qual  podemos começar a duvidar! Estranhamente revelam um mau perder e nervoso miudinho no futuro imediato de Portugal.

O que eu penso é que devemos aceitar este ciclo politico e deixar a Democracia funcionar. E de uma vez por todas pensar no interesse nacional no seu todo, nos portugueses como cidadãos e não tendo como razão principal as cores partidárias, “preferidas”.

Desafios que a nova classe politica deve aproveitar para capitalizar com a renovação de projetos e ideias!

Não percam mais tempo (Cavaco incluído), e vamos lá enfrentar este mundo …ocidental!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:23

Costuma dizer-se que em Política vale tudo e por estes dias temos essa evidência no nosso cantinho português!

É de arrepiar o modo como os nossos “artistas” dos Partidos se têm confrontado! Para a alcançar o Poder, subvertem-se os valores matemáticos dos votos dos Cidadãos e propõem-se soluções para a governação, no mínimo surrealistas!

legislativas2015noticia.jpg

 

Agora quem tem mais votos perde, quem tem menos votos ganha! António Costa tem-se revelado uma fonte de novidades todos os dias, (contrariamente ao filósofo da cela 44), quando este perdeu as eleições em 2011 se retirou para o seu exílio dourado, sabático como ele afirmava, afrancesado para outros, para recuperar o fôlego.

Este seu sucessor no PS, depois de ter rasteirado o Seguro, prepara-se para transformar uma derrota matemática numa vitória moral!

Eu não daria atenção de maior se apenas fossem movimentações partidárias e restritas ao círculo interno deste Partido! Até me dá um certo gozo quando os vejo a “ferrarem-se” uns aos outros pelo poleiro! Mas o que me preocupa desta vez é que quase de certeza o resultado destas loucas movimentações vai sobrar para nós eleitores portugueses que tinham um objetivo com o seu voto e o vêm agora subvertido e mal-usado por estes oportunismos políticos!

legislativas-15.jpg

 

No meio desta insana saga, lembro a preocupante faceta dos abstencionistas, pois se alguns não tem logística para praticar os seus deveres de cidadania, outros fazem-nos por irresponsabilidade porque passam o tempo a criticar e depois na altura própria das eleições, abdicam dos seus trunfos e atos democráticos. Este problema do Abstencionismo é uma parte muito grave de todo o sistema que baliza e garante um verdadeira Democracia em funcionamento a sério!

Aguardemos então por estes dias para ver até onde vai este comportamento errático de alguns dos nossos políticos, porque embora pequenos com língua de palmo, também irão receber o devido “prémio” pelos seus disparates! Eu pela parte que me toca não lhes perdoarei estes “jogos forais”!

NOTA FINAL. Só cá faltava o iluminado do cidadão grego de nome Varoufakis a mandar “bitaites” nas nossas universidades apregoando as soluções miraculosas para Portugal e que no seu País lhe deram o devido seguimento! É preciso ter descaramento!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:31


DE NOVO AS PRAXES ESTÚPIDAS EM FOCO…

por jotaeme, em 29.09.15

1229804_10153775206220296_731342677_n praxes 2.jpg

 

Será que temos de suportar este malfadado cenário de que nas praxes dos caloiros continue e imperara a estupidez, cretinice e insanidade mental? Momentos que deveriam marcantes pela positiva num ciclo de vida e aprendizagem de novas competências que todos nós gostaríamos de passar, e sempre deste modo abrupto, os mentores das praxes teimam em descer cada vez mais aos níveis da baixeza e falta de conteúdo, nestas cerimónias de entrada no Ensino Superior?

1251561160930 praxes 1.jpg

 

Mas será que não aprendem com as trágicas ocorrências que ainda estão bem presentes nas nossas memórias?

Não conseguem ter imaginação e criatividade para assinalar estes momentos, sem que haja humilhação, vergonha e risco da própria vida dos caloiros?

Existem variadas opções que com sentido crítico e imaginação poderiam desenvolver modos e atos de praxe aos caloiros que lhes fariam muito bem e estreitariam os laços de amizade companheirismo no tempo que durar as suas licenciaturas nas variadas áreas. Assim por exemplo, porque não efetuar trabalho de espirito solidário com os mais frágeis da nossa sociedade, pintar   ou pequenas intervenções em casas de pessoas menos favorecidas em termos económicos? Reforçar a vertente artística dos espetáculos que costumam fazer, sejam concertos, sejam bailes, serenatas, mas sem aquele objetivo de saber quem beberá mais bebidas alcoólicas, muitas vezes até ao coma?

E mais uma vez as entidades a quem estes alunos pertencem, prometem só a penalização e depois tudo se esvai sem mais consequências? Os seus responsáveis têm de assumir que os maus exemplos devem ser “premiados” para que não repitam e coloquem as instituições em destaque pelos piores motivos!

Haja coragem, meus senhores, e de uma vez por todas se acabem com estes espetáculos macabros e humilhantes, só para satisfazer traumas destes veteranos do ensino, muitos deles apenas a passearem os livros e estorvarem dentro dos estabelecimentos de Ensino Superior!

E verão que todos aqueles que não participam nestes cerimoniais, por justificado receio, vendo um modo novo de comemoração também irão aderir em maior número, e assim criar um ambiente de união muito mais forte entre todos os estudantes, sem traumas!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:18

5020342610_9b41ae8017.jpg

 

Lembram-se do “Poço da Morte”, nas nossas Festas e Feiras populares que por todo o país se realizam ao longo destes anos? Estão a (re) lembrar o artista principal a rodar a rodar, naquele poço feito de tábuas de madeira bem alinhadas, numa sequencia de nos colocar a nós espectadores á beira de um ataque de nervos, passando em contínuo a centímetros do topo do poço e depois em sentido contrario descendente, desfraldando uma pequena bandeira nacional, desacelerando a maquina e baixando até ao estrado inicial?

poço da morte 1.jpg

 

pocomorte11.jpg

 

Era, foi, porque não mais o descortinei nas feiras, o meu espetáculo preferido! E porque nunca presenciei um acidente, “live”, (embora estes artistas não passassem muito tempo sem visitas ao hospital), ficaram sempre a fazer parte do meu imaginário de heróis…caseiros!

poco14.jpg

 

Pois há dias vi por acaso uma reportagem na TVI sobre esta família de artistas e lá estava em destaque o meu herói, (consegui reconhecer aquele rosto desafiador) agora debilitado nos seus 85 anos de idade e em cadeira de rodas devido às “medalhas” que ganhou no desempenho arriscado da arte de bem circular em motos nas paredes verticais do “Poço da Morte”!

 

O seu filho deu continuidade ao negócio das diversões de feira, mas na vertente de carrosséis infantis e agora também na Roda Gigante que esteve montada á dias na Rotunda da Boavista na cidade do Porto e como pude observar na reportagem televisiva, proporciona uma vista fantástica que abrange uma extensa área visível até á orla marítima da Foz…

Fiquei então a saber que Pedrógão Grande é o berço destes artistas e seus equipamentos de diversão que ali permanecem nos intervalos das épocas baixas das festas e romarias…Estamos sempre e aprender!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:46

o pato donald trump 001.jpg

 

Num artigo de opinião arrasador publicado no Semanário Expresso, do escritor Mário Vargas Llosa, sobre este “cromo” americano, candidato pelo Partido Republicano às eleições presidenciais dos EUA, de seu nome Donald Trump, entre muitas outras definições retive uma de Racismo, e que não resisto a transcrever! Aqui vai:

“O problema do Racismo é que nunca é racional nem se apoia em dados objetivos, mas sim, no Preconceito e no Medo do Outro, por este ser diferente, ter a Pele de outra Cor, ou falar outra Língua!”.

Na verdade os EUA são uma grande Nação com as variantes mais imprevisíveis de personalidades que surgem assim de repente com posições e opiniões no espectro político, a que só um regime livre e democrático permite!

E um sinal de inteligência e bom senso, seria usar essa liberdade de expressão em prol dos cidadãos americanos de todas as cores e feitios e não em espetáculos tristes e deprimentes deste pretenso candidato a presidir a uma grande Nação como são os EUA!

Mas tenho para mim que este “Pato” Donald está nesta candidatura presidencial apenas para se divertir e provocar! Homem de posses, vive a sua vida sem problemas de maior e vê neste comportamento uma oportunidade de desestabilizar a classe politica americana mais responsável. E porque acredito que os cidadãos americanos, embora possam sorrir a estes desplantes do Mr Donald, na hora de decidir farão o “update” adequado, para que o destino da grande nação americana continue a ser uma referência mundial segura, (apesar de todas as suas contradições) e assegure que a s loucuras e génios do Mal que pululam um pouco por este mundo fora, pelo menos sejam contidos nos seus espaços de “loucura”!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:30

VET 1.png

 

Se há temáticas que se revelam de muito interesse para nós portugueses é a posição assumida pela Ordem dos Veterinários, sugerindo incentivos fiscais dedutíveis em sede de IRS, para os donos de animais domésticos e de companhia para que se minimizem os custos de uma boa assistência médica e uma condição mais saudável aos animais repercutindo-se esta condição, em mais benefícios para todos os que com eles conviverem!

Combater ainda a cobardia e inenarráveis comportamentos de pessoas, (alegadamente, donos), que os abandonam á sua sorte á mais pequena dificuldade em deles cuidarem e chamando a sua atenção para a sua responsabilidade moral e ética.

Para melhor ilustrar a vertente dos custos sanitários que uma boa conduta exige deixo aqui uma experiencia pessoal:

Tive em minha casa uma porquinha da India, que após uns tempos de bom comportamento, e com muito afeto, um dia de repente, adoeceu com sintomas de dificuldade de respiração. Levada de imediato a um consultório de Veterinária, foi-lhe diagnosticada uma pneumonia, tendo sido medicada, e a conselho do Veterinário, ficou em observação nas suas instalações. No dia seguinte recebi a triste notícia de que a porquinha, Fofinha de seu nome, não resistiu! Pelo tratamento de urgência e estadia de uma noite paguei 50 euros. Dos quais não me arrependo!

VET 2.png

 

Ter animais domésticos bem cuidados tem custos e é esta faceta que muita gente parece ignorar! E reagem de modo indigno, com abandono, condenando-os a um final ignóbil!

Por todas estas mudanças que se pressagiam para melhor cuidar dos animais, é que escrevo aquilo em que acredito! Portanto Srs. políticos, pensem em legislar cada vez mais e melhor, também com os animais domésticos no objetivo final! Eles “agradecem" e de que maneira, quando são bem queridos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:33

Já aqui escrevi sobre esta temática da vaga avassaladora de imigrantes vindos de países africanos num ritmo pleno de tragedia e conflitos nos seus países que justificam na sua vontade um debandar sem limites do razoável em direção ao eldorado (leia-se, Europa), Para alem da preferencial costa italiana, vê-se agora outra vertente entre Calais, na França e o túnel da Mancha no salvador caminho até ao Reino Unido, como terra prometida e de oportunidades. Cenas às quais eu nunca pensei assistir que me causam um simultâneo de comiseração e vergonha, comiseração porque entendo que todas aquelas pessoas (porque é de pessoas que estou a falar), arriscam tudo, incluso a sua própria vida nesta aventura, na procura de uma nova vida, e vergonha, porque a ONU e a comunidade internacional falham rotundamente na sensibilização aos países de onde proveem estes infelizes cidadãos…

imigrantes 2.png

 

No meu modesto modo de entendimento era aqui neste item, a responsabilização dos Países em causa, que deveríamos atuar, pois esses governos têm de fazer a parte deles ou seja, eliminar na fonte todas as organizações mafiosas que se sustentam destas infelicidades e lutando para que a Lei da Justiça e da Liberdade sejam as suas bandeiras. Podem ser países menos desenvolvidos em termos técnicos e económicos, mas se houver tolerância e democracia, o pouco será com certeza muito! Podem ainda articular com os países mais desenvolvidos estratégias de governação que assegurem investimentos nos seus recursos, e Africa tem-nos e muitos, e assim fixarem as suas populações no seu terreno e lhes assegurarem o pão de cada dia! Que permitam a livre crítica dos seus concidadãos que ousem pensar diferente, e acabar com os governantes que se querem perpetuar indefinidamente do Poder!

535337-970x600-1.jpg

 

A Europa como um espaço democrático e com países fortes e bem sustentados nos valores da Democracia tem de pressionar e muito e mais ainda, fazer o que puder para travar esta saga trágica que nestas condições de insanidade e desprezo pela vida humana, não nos trará nada de bom…

Não vejo bondade e verdade nos responsáveis dos países africanos de onde provem esta vaga de pessoas, nem vontade de resolver este problema que é deles em primeiro lugar e que só a eles lhes diz respeito! Falta-lhes a autoridade moral, então há que reverter caminhos novos!

Não é preciso ser “vidente” para antever o que se irá passar, com conflitos sociais graves nos países agora almejados por estes infelizes cidadãos, desapossadas dos seus hábitos culturais, religiosos e que mais cedo ou mais tarde irão revindicar os seus pretensos direitos em plano de igualdade, disso não tenhamos dúvidas! Todos os europeus que sintam na pele os inconvenientes desta convivência poderão também reagir aos incómodos de forma desequilibrada e daí a conflitos nas ruas não faltará muito tempo! É tempo de todos pensarmos nisto e deixarmo-nos de utopias que no irão sair muito caro!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:22

escola 1.png

 

Hoje no Jornal O Público, num artigo de opinião de José Luís Carneiro, Presidente da Federação Distrital do Porto do Partido Socialista, sobre o Tema Escolas e Mobilidade, aponta uma das falhas que eu subscrevo, às inacabadas obras de (re) construção de várias Escolas, entre elas as de Amarante, Marco de Canavezes, Trofa e Matosinhos, que no artigo foram citadas, era na verdade de grande importância o planeamento e conclusão destas empreitadas, se necessário com recurso a verbas da E.U., porque a sua nobre finalidade é por demais evidente.

Já o mesmo sentimento não tenho pelo anterior PM, que não soube controlar os custos desta notável ação, e que deixou resvalar para o velho paradigma português, dos custos a mais, em valores escandalosos e com as desculpas mais esfarrapadas dos empreiteiros, habituados que estavam com estes desenlaces nas obras estatais!

Moro em Matosinhos e só para falar no exemplo da Escola Augusto Gomes, que foi construída de raiz e que tem o tal elefante branco, ou seja o seu Pavilhão para as atividades desportivas semiacabado e já lá vão uns três anos, alegadamente por falência do empreiteiro a quem foi adjudicada a obra, este é um crime de lesa Estado com esta paragem, assim como todas as outras obras, e que com um pouco de esforço e responsabilização seria possível a conclusão destes projetos, que no inicio tinham um objetivo nobre e essencial para a nossa área da Educação e que infelizmente, foi adulterado por mentes mentecaptas que só pensam no ganho fácil e sobre o qual a Justiça vai “premiando” como pode estes oportunistas…

ng1589699.jpg

 

Por todas estas razões seria de muito bom-tom que o Governo atual desse pistas muito concretas como tenciona concluir este conjunto de edificações, mesmo sabendo que na sua génese os atuais governantes não tiveram a sua palavra decisiva! Mas a sua demora em resolver de vez o que outros mal começaram, não lhes vai trazer dividendos políticos, disso tenho eu a certeza, que era para o lado que eu dormiria melhor, como Cidadão, mas para os nossos alunos por este País fora seria um sinal inequívoco de que os bons Políticos têm essa capacidade de criticar o que está mal, mas relevar e premiar o que está bem!

E as cores politicas têm de ser sensatas e inteligentes para assim procederem, e esta seria uma das oportunidades para a sua regeneração de uma atividade nobre e que nos dias de hoje são muito contestadas…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:58


EU GOSTO É DO VERÃO…

por jotaeme, em 01.07.15

imagesCAQCM1X6.jpg

 

O Verão aí está a bater-nos á porta e quase que se repetem as cenas habituais, ou seja, os incêndios florestais no interior do nosso (ainda) Portugal, nas matas e silvados mal-amanhados pelos seus pretensos donos, numa continuada ausência física ilibando responsabilidades efetivas e morais de quem deixa o seus património ao abandono, e neste conjunto os incendiários compulsivos dão largas às suas pulsões livres e impunes que continuam com a nossa pusilânime Justiça, (são malucos coitados, gostam de atear fogos…), e mesmo que seja por obra e garça da Mãe Natureza a sequencia habitual, são os soldados da paz lá deslocarem com muitos meios e combatendo com denodo, apagam aqui e ali e vão a correr ainda para outros sítios. Nos rescaldos finais lá vem a rebatida temática da impunidade doa imprevistos e as culpas vão morrendo solteiras…

São estes os filmes que iremos ver nesta altura do ano já que o nosso mundo do futebol está ainda em férias, apenas os nossos sub21 tiveram um comportamento meritório no campeonato da Europa, e deste modo a nossa imprensa anda num corrupio a tentar arranjar novas, (boas ou más), num excesso noticioso que a mim não me cativa pela repetição excessiva! Grécia, Sócrates, Políticos, Eleições, Corrupção, são temas recorrentes que se exploram até ao tutano para que as nossas mentes não entrem também em férias! Pois quem as tem chama-lhes suas! E cada vez mais difíceis de concretizar, para todos nós que as projetamos há anos e sempre adiadas!

Então o que nos resta? Pois claro, temos de ser inventivos e como lugares não faltam há que dar asas á imaginação e elaborar um plano mais comedido em termos financeiros e visitar lugares que neste nosso Portugal, que no meio desta penúria económica, continua a ter pontos possíveis e bons para o nosso desfrute!

Então vivam as férias!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:33


Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D