Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

Os dias vão passando após esta inesperada tragédia, “arquitetada” por uma mente doente, baseada em princípios e convicções perversas e de cada vez que se conhecem as suas ideias e afirmações, com que tenta “justificar-se”, mais nos questionamos, como foi possível os seus conterrâneos não repararem nas suas estranhas atividades “biológicas”!

Como se desfazem sonhos e planos de vida de uma geração jovem, que nunca sonhou que algo tão violento pudesse acontecer no seu país, paladino da Tolerância e respeito pelas diferenças! É neste ponto que as autoridades norueguesas e de todos os países de raiz ocidental, neste momento têm de se questionar. Aceitar que as mentes desalinhadas e maníacas por aí andam, lutando por quimeras monstruosas, constituem um perigo real!

Por isso há que se revelarem atentos e não alinharem em utopias! Quando detetadas estas intenções ou manifestações, as forças de segurança apropriadas devem intervir sem contemplações! Em simultâneo se temos de ser sensatos com todos os estilos de vida e de culturas, não podemos em nome dessa aceitação pela diferença, deixar que esta interfira de modo sério com as nossas próprias convicções! É este o equilíbrio a procurar, sabendo que nunca se alcançará uma paz definitiva, mas sim responder com firmeza aos desequilibrados que irão sempre provocar os problemas de segurança nas sociedades que se afirmam democráticas…

Não temos de ser sempre vítimas destas nossas convicções, nem ser sacrificados de modo inglório, como foi agora mais este caso na Noruega…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:26



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D