Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



"Data triste da história contemporânea"
 
 
O acidente ocorreu a 26 de Abril de 1986, quando o reactor número quatro da central nuclear de Chernobyl explodiu, provocando a saída para a atmosfera de grandes concentrações de materiais radioactivos que obrigaram, nomeadamente, à evacuação de todas as localidades num raio de 30 quilómetros, área que se mantém actualmente como "zona de exclusão".


Ao enumerarmos alguns dos números avançados pelas organizações internacionais sobre a catástrofe – 350.000 pessoas realojadas, cinco milhões a viver em zonas contaminadas, aumento dos casos de cancro, entre outros –, é de sublinhar o grande esforço financeiro e humano que a Ucrânia desenvolve desde há 20 anos para enfrentar as consequências da catástrofe e a sua minimização. É de frisar, por outro lado, que, apesar de o desastre ter acontecido em território ucraniano, "as suas consequências foram e continuam a ser sentidas por uma boa parte dos países" da Europa, e referem-se os fundos internacionais reunidos para a construção de um novo sarcófago sobre o anterior - que permita impedir a fuga dos materiais radioactivos -, processo de angariação de fundos que prossegue.

 Com uma chamada de atenção para a conferência organizada pelas autoridades ucranianas para assinalar o 20º aniversário do acidente, a decorrer entre hoje e quarta-feira, para debater as medidas de minimização das consequências do acidente e as formas de aumentar a segurança das instalações e centrais atómicas em todo o mundo, temos todos de ter na devida conta de que com ao tendências de reposição da energia nuclear em vários pontos do mundo (IRÃO, ÍNDIA, PAQUISTÃO) já como factos consumados e com perspectivas e pressões para se instalar em PORTUGAL, desenterrando um processo antigo, esta triste efeméride trás à actualidade o lado negro da utilização desta colossal fonte de energia!
Tudo isto seria muito bonito de construir, se esquecêssemos este trágico painel quando as coisas não correm bem!
Então em que ficamos: valerá a pena arriscar nesta aposta, depois de todas estas evidências?
EU QUERO ACREDITAR SEMPRE , NO SER HUMANO INTELIGENTE MAS RESPONSÁVEL, E COLOCARMOS TODA A NOSSA ENERGIA EM NOSSO FAVOR DE VIDA E NÃO DE MORTE!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:27



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D