Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




REFLEXÕES DE OUTONO…

por jotaeme, em 24.09.13

Com a entrada da nova estação Outonal, é tempo de fazer algum histórico, sobre e como se desenrolou a apetecida época de Verão.

Mesmo em tempos sombrios, as pessoas não hesitaram e dentro das suas possibilidades fizeram as suas atividades, fugindo assim á rotina e às perplexidades que os nossos tempos atravessam, neste espaço europeu…

Cada um a seu modo tentou ignorar as inevitabilidades dos senhores da Troica que agora chegaram, sempre com aquele ar de cobradores de fraque, fazendo-nos sentir culpados dos tão falados gastos excessivos dos “tugas”, quando nós sabemos, que o maior desvio se deveu ao poder económico europeu e mundial, que fez desaparecer como num passe de mágica, milhões e milhões de euros, levando a que desde 2009 o mundo tenha ficado atónito, para ver de onde viera a pancada!

Descobertos alguns snrs criminosos de colarinho branco aqui em Portugal o que lhes aconteceu?

Alguns julgamentos ainda nem começaram, outros timidamente ensaiados no tempo sem fim, com medidas de pulseiras e prisões domiciliárias que nada resolvem e que nós cidadãos temos de continuar a pagar com língua de palmo…

Agora com a vitória da Fraulein Merkel com números convincentes. aí está ela a lembrar os portugueses que o circo ainda vai continuar por muito tempo. Ela quer lá saber das nossas dificuldades. Está sim atenta aos seus compatriotas germânicos.

E qual tem sido o remédio para amenizar estas sensações outonais? A nossa imprensa amplia casos passados no desporto rei, sempre com os mesmos artistas na boca dos comentadores, neste caso desportivos, tantos que são meu Deus, todos com opiniões sempre diferenciadas por coincidência a favorecer os e seus clubes, sempre com ar doutoral numa luta que me enoja, porque estes valores não nos ajudam nada a resolver os problemas mais importantes dos desgraçados dos portugueses.

Eu quero lá saber se o CR7 ganha milhões? Eu quero lá saber se o Jesus, (o Jorge), interferiu com os polícias por causa de um adepto que queria uma camisola? Eu quero lá saber se um Lobo qualquer levou uma palmada ou um murro, porque não soube estar como deve ser num estádio de futebol? Eu quero lá saber se foi penalty ou livre ou fora de jogo, se foi a favor do meu FCP ou a favor dos “rivais”?

Mas esta catadupa de gente da comunicação está sempre a LEMBRAR e realçar os seus pontos de vista enviesados.

É doentio

Ainda a Educação de Crato que hoje diz uma coisa e amanha faz outra. 

E para terminar nem vou falar do denodo, com que os candidatos às eleições autárquicas que agora chegam, se batem, sejam dinossauros ou não. A prometer mais uma vez mundos e fundos…pelo menos até sexta-feira próxima?

Não há pachorra!

Viva o Outono!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:01

Em Resende linda Vila Duriense, ainda se conservam alguns dons hábitos rurais, ou seja, uma senhora tem a sua criação de animais de capoeira, e pelos visto o rei da capoeira, um imponente galo de crista vermelha, anda pelos vistos a incomodar uma vizinha da sua dona, que mora a trinta metros de distância, porque pontualmente todas as madrugadas dá a ordem de acordar com desudado vigor!

Custa-me a acreditar que esta vizinha tenha requisitado os serviços de um causídico para assim ordenar o silenciamento de tão rigoroso despertar matinal! Cena como estas remetem-me para a minha infância, quando nas visitas de Verão nas férias em casa dos meus Avós, lá para os lados de Marco de Canavezes, eu passava lá umas semanas e convivia pacificamente com estes galaruchos de canto madrugador E nunca lhe quis algum mal.

Por estas razões não consigo entender esta luta da senhora, que quer calar a voz do rei da capoeira lá em Resende!

Não terá mais que fazer? Ridículo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:34


11 DE SETEMBRO 2013 – REFLEXÕES…

por jotaeme, em 11.09.13

Há 12 anos o mundo assistia em direto a um verdadeiro filme de terror. As duas Torres do World Trade Center, em Nova Iorque, com milhares de pessoas no seu interior, num dia de trabalho normal, eram embatidas por dois aviões que tinham sido desviados em pleno voo por terroristas fundamentalistas islâmicos em nome de um líder louco, de seu nome Bin Laden e a sua Al-Qaeda.

 

O mundo continua a oferecer-nos espetáculos tristes de guerras e genocídios que todos nós pensamos serem inconcebíveis para gente inteligente. Ainda há poucos dias na Síria a componente perversa de uma guerra com a utilização de armas químicas passou perante os nossos incrédulos olhos…

É estre o mundo que temos e só desejo que estas calamidades sejam controladas e na sua grande maioria, bem resolvidas. É utópico, eu sei, mas é o que desejo, sinceramente.

Sabendo nós que o género humano tem capacidades notáveis de desenvolvimento, que este seja na sua maioria, para o nosso bem…

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:06

Esta última decisão do TC sobre o projeto de Lei da Limitação de Mandatos dos Autarcas Portugueses, que decretava que uma serie de três mandatos consecutivos, implicava o impedimento da sua continuação neste tipo de cargos, foi no entanto a decisão mais lógica e racional perante a redação que este continha.

Mas temos de lamentar a manha dos nossos políticos, que sabendo da confusa elaboração do texto, assobiaram para o lado até este final (in) feliz que eles já anteviam! Não é por acaso que os “dinossauros” como Fernando Seara, Luís Filipe Meneses entre muitos, mantiveram as suas as suas candidaturas, certos que esperavam este desfecho, sem dúvidas nenhumas!

É vergonhoso o modo como lidam com estas situações, fazendo dos eleitores, uns ignorantes da política. Eu continuo a pensar, que o espírito da nova Lei seria mesmo a limitação no tempo e a título definitivo, para assim dar oportunidade a novos candidatos com novas ideias, novos estilos de governação!

Isto sim é que seria a Democracia a funcionar! A perpetuação nos cargos autárquicos é um sinal e possível causa de abuso de poder, de manobras de bastidores da política e que muitas vezes estes cavalheiros se estão a borrifar para os Cidadãos, querendo apenas assegurar os seus interesses pessoais e partidários. E é ver a arrogância com que se muda de terra ou autarquia, apregoando-se como salvadores únicos, como se não houvesse mais ninguém capaz de liderar os destinos autárquicos!

E como disse atrás, nos bastidores desta encenação estão os partidos com mais ou menos poder de influência a gerir todo este desempenho dos “dinossauros”, já domesticados e prontos para tocar a música de acordo com os Maestros”.

Por todas estas razões o que sugiro é que a nossa digna classe politica, que se tiver coragem para o fazer, ajustem a redação da proposta de Lei com apenas este acrescento; (…) Após o cumprimento seguido e efetivo de três mandatos, o autarca não poderá mais, desempenhar nenhum cargo similar no nosso território Continental e Insular (…).

Deste modo simples os snrs Dinossauros teriam duas hipóteses: Ou regressariam às suas profissões seculares, ou o partido apoiante asseguraria um posto de trabalho para evitar o desemprego, sempre frustrante para estes heróis da política! Nem mais…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:29


OS TRÊS LADOS DO CUBO…

por jotaeme, em 06.09.13

Algumas pessoas afirmam que se estão a perder bons hábitos sociais, devido ao progresso tecnológico que nos traz tudo a casa assim nós o queiramos.

É verdade que se pedirmos uma “pizza”, ele vem em alta velocidade e em poucos minutos ao nosso domicílio;

É verdade que se colocarmos um filme no nosso DVD lá de casa, (sacado na Net, alugado num clube vídeo ou comprado em qualquer grande superfície) nos livra de uma ida aos cinemas num qualquer centro comercial.

Estes são apenas dois exemplos entre muitos outros, que ilustram a argumentação acima referenciada.

Mas temos de relevar também as vantagens destas “mordomias”: A resposta rápida a uma dúvida que tenhamos a necessidade de um contacto ou endereço, o planeamento de uma tarefa, com uma simples consulta no site da Google, por exemplo!

A utilização das Redes Sociais, como o Facebook, ou outras, sempre na berlinda, permitem-nos sim, contactar Amigos e Conhecidos com alguma regularidade. A denúncia de casos de gritante injustiça e que vão acontecendo um pouco por todo o lado com pessoas e animais. Cito só este exemplo vindo nos jornais de hoje: “Uma cadela rottweiler é encontrada na zona de Águeda, ferida a tiro, abandonada, envolta em plástico e com pedra por cima, numa ravina destinada por algum anormal dito inteligente a morrer de um modo vil, e salva por acaso por um grupo de jovens que passou pelo local e socorreu o infeliz animal., providenciando-lhe assistência medica! “ Este é apenas um exemplo do poder comunicacional destas “modernices”, como dizem os céticos que não evoluem ou não querem evoluir!

Ir ao cinema é preferível do que ficar em casa? Para mim é!

Sair com a Família ou os Amigos para um passeio ao ar livre é melhor do que ficar em casa, é! Mas há ocasiões em que apetece ficar em casa. É algum mal? Claro que não.

Todos nós devemos usar com equilíbrio as novas possibilidades tecnológicas, sem descurar os a contactos diretos com as pessoas das nossas relações de amizade, mas não façam destas alterações dos hábitos numa tragedia. Saibamos é tirar o devido proveito destas variantes sociais! O resto são cantigas!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:49


A LEI DAS COMPENSAÇÕES…

por jotaeme, em 01.09.13

A propósito do ex-autarca de Oeiras, o homem do charuto, a população local entrevistada pelo jornal O Público, mostraram que nos seus testemunhos, o apreço pelo trabalho e obra realizados no concelho.

Afirmam ainda que não haverá outro igual a ele. Que tinha um bom e acessível relacionamento com todos os seus munícipes-

E é aqui que eu fico preocupado com este sentimento de gratidão dos seus cidadãos quando afirmam que se por um lado ele sendo culpado dos crimes que lhe valeram este estágio na prisão da Carregueira, por outro lado falam convictos de que não será só ele a ter este tipo de comportamento e a praticar este tipo de asneiras e que muitos mais mereceriam uma “férias”, também com o sol aos quadradinhos! Em que ficamos meus senhores? Será uma nova moda a desculpabilização dos crimes por haver outros criminosos á solta? Que a Justiça não os consegue apanhar? Haja juízo e bom senso e aceitemos sem peias que os que forem apanhados nestes meandros confusos da gestão municipal e dos dinheiros públicos para fins menos lícitos, merecem o castigo e devem ficar impossibilitados de repetirem a graça noutros cargos públicos. Quanto aos que fogem á “rede” façamos votos para que sejam responsabilizados pelos seus atos da má gestão pública e não só!

 

Agora heróis tipo Robin dos Bosques, não, numa sociedade civilizada e democrática…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:12


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D