Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




SIGNIFICADO DE MENTIR...

por jotaeme, em 29.07.13

SIGNIFICADO DE MENTIR

v.i. Afirmar aquilo que se sabe ser falso, ou negar o que se sabe ser verdadeiro: mentir vergonhosamente.
Enganar, iludir; ludibriar.

Esta palavra está muito em voga, em especial na classe politica! Ninguém mente, todos nós não mentimos, só que ás vezes esquecemo-nos de lembrar algo que os outros têm como mentir, ou mentira! Dizer uma coisa, mas pensar outra, não e´mentir literalmente, mas é ser falso, pouco ético! É o que se faz um pouco por todo o lado, com todas as classes de pessoas por esse mundo fora.

Há as mentiras piedosas que ficam bem, mas na Politica a Verdade tem de prevalecer sempre. E os nossos politicos não conseguem conviver com esta realidade! A palavra demissão para eles é letra morta. Nunca a aceitam, salvo honrosas excepções. Recorrem sempre de tudo e todos.  Sempre fugindo para a frente. Pode ser que o tempo cure e apague essas acçoes.

Após estas considerações, não fico surpreendido com as “cenas” que se vão desenrolando…A Maria Luis, mentiu nos casos Swap? Claro que não! O Isaltino mentiu? Claro que não! O Vale e Azevedo mentiu?  Claro que não!  Rui Machete não fez nada de indecente enquanto esteve no BPN? Claro que não fez nada no BPN. Se ele diz que não passou nada, é porque não passou! Ele não mente!

Ninguém mente! Ninguem ilude! Ninguém ludibria!

Não entendo esta confusão que por aqui nesta terra lusitana, se vai passando! Somos todos boas pessoas!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:44


MURO DAS TENTAÇÕES...EM MATOSINHOS.

por jotaeme, em 27.07.13

Porque é da mais elementar justiça fazê-lo, dou aqui o meu testemunho a um espaço muito agradável, ambiente calmo, propício a bons momentos, que agora com nova gerência, parece querer melhorar os seus serviços. O "sermão" não me foi encomendado, mas eu como cliente sentindo  que  a sua frequência nos faz sentir bem, assinalo estes factos, para que todos os interessados possam por lá demandar sem sobressaltos.... Além do seu Cardápio, tem WEb Sem Fios disponível para todos os que se fazem acompanhar dos seus portateis, tablets,   e afins!

Aqui fica a lembrança. Matosinhos merece a distinção!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:49


FALANDO DE POLÍTICA…

por jotaeme, em 24.07.13

Não o costumo fazer muitas vezes análises políticas duras e puras, deixando normalmente ao inúmero rol de politólogos da nossa praça que tudo sabem, tudo adivinham, mas sempre depois de tudo acontecer, sempre Depois, nunca Antes, que o façam!

Mas como disse, hoje vou fazer uma exceção, comigo próprio e refletir sobre esta nova remodelação governamental incidindo-a sobre três personagens, uma delas a que se foi e as outras duas que agora chegam;

ALVARO SANTOS PEREIRA. – Foi convidado a ir até ao Canadá dar de novo aulas, recomeçando o seu cargo de professor. Tido como independente, pelos vistos nunca alinhou na lógica partidária e talvez por esta forte razão teve de abandonar o seu posto. Interessante momento da sua carreira curta de ministro, foi aquela incontrolável crise de gargalhadas em público e que muito incomodou os seus pares…

ANTÓINIO PIRES DE LIMA- O seu sucesso como Empresário, e Politico de relevo no CDS, leva-o a o ministério de Álvaro, ou seja, Economia, tem o perfil de que eu gosto num governante. Ele sabe que não pode mentir! Portanto só depende dele e da sua coragem em dizer e fazer!

 

 RUI MACHETE – Este terceiro elemento designado para o Ministério dos Negócios Estrangeiros. É uma escolha desafiadora, perigosa e que vai dar muitas dores de cabeça a Passos Coelho É incrível aquela omissão no seu currículo da passagem pela SLN/BPN, no período mais conturbado deste triste caso da crise económica e suas causas. E porque será? Quem se deve estar a rir com esta nomeação é o seu amigo Dias Loureiro…

 

Por esta maior razão prepare-se Passos Coelho para um constante relembrar destas particularidades desta última figura e com razão direi eu!

Mas o que me preocupa verdadeiramente, como Cidadão, é que normalmente os resultados destas ações, sobram sempre para nós e todo o desacerto que possam vir destas escolhas…políticas!

A ver vamos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:18


PORTUGAL A ARDER…

por jotaeme, em 18.07.13

Na semana passada mais uma vez aconteceu aquele espetáculo dantesco dos incêndios florestais, próximos de zonas habitadas, neste caso no Nordeste Transmontano, (Alfandega da Fé, Mogadouro), e após o combate pelos “esforçados bombeiros" de novo reaparecem as questões que por repetição nos deixam a nós Cidadãos, perplexos, ou seja, nos rostos das pessoas que viveram esses momentos de pânico, pela perda dos seus bens matérias e produtos agrícolas, pode ler-se uma “culpabilidade”. E porquê? Porque na maioria dos casos, essas mesmas pessoas muitas de idade avançada não fizeram o trabalho de casa: capinar as zonas de mato e pinhais junto das suas aéreas residenciais e que se vão acumulando constituindo o “combustível”, para que um dos muitos pirómanos que pairam um pouco por todo o lado, dê inicio ao terrível espetáculo deste monstro devorador que se chama Fogo; não demandam ajudas das suas autoridades autárquicas, fazendo responsabilizar quem de direito! Restam os "desgraçados" dos bombeiros que chamados sempre á pressão depois do “crime” acontecer e vermos as dificuldades dos meios técnicos e humanos, e assim não resolverem satisfatoriamente estas calamidades controláveis pelos Humanos, se tratados e planeados com tempo e método, e ainda, os “mandantes" que conseguem andar á solta ao abrigo de uma “inimputabilidade” de loucos, é  fator a ter em conta.

Uma outra faceta que facilmente se descontrola é o comportamento das pessoas aflitas a acusarem sem o devido cuidado a ação dos bombeiros rotulando-os de ineficácia e indisciplinados! Os moradores não fazem as suas obrigações, mas mesmo assim desviam-se esses mesmos deveres para os desgraçados dos bombeiros aliviando assim as suas más consciências…

De uma vez por todas, sejamos conscientes dos nossos Direitos mas também dos nossos Deveres! Só assim teremos autoridade moral para criticar os outros. Não se esqueçam disto!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:18


APLAUSOS…E VAIAS!

por jotaeme, em 09.07.13

Eu sei que não foi por mal, mas aplaudirem o Primeiro-ministro e o Presidente da Republica, dentro de uma Igreja, na celebração de uma Missa, no início do reinado de D.Clemente, como Patriarca de Lisboa, faz-me pensar seriamente, de como estão os nossos Concidadãos nestes momentos de dificuldades. Já confundem o Senhor Deus, com os nossos “artistas” terrenos! Eles foram á missa? Ótimo! Agora aplaudirem a sua entrada, não me parece ajuizada atitude por parte dos presentes! Mas demonstra as aflições que são terrenas a influenciarem as nossas dúvidas existenciais, quando demandamos o nosso diálogo espiritual com Deus!

Não gostaria de ver repetida estas cenas de aparente confusão entre a Sociedade Civil e a Igreja.

 

 


Não vamos voltar aos tempos da Inquisição, Pois não?


Falemos agora da nossa interação com o Reino Animal. Li hoje num jornal diário o relato sobre a infeliz sorte que teve um cavalo que morreu asfixiado com uma corda ao pescoço. De inicio pensei que alguém o tenha feito por maldade ao infeliz animal, Mas depois desenvolvendo a minha leitura, fiquei a saber que alem do cavalo que morreu outros por ali ficam a pastar praticamente abandonados á sua sorte, num terreno que pelos vistos não é de ninguém a autarquia da Maia, freguesia de Folgosa não conseguem explicar bem, como se permite que os animais por ali fiquem sabendo que o seu presumível dono o faz quase de modo clandestino, as forças policiais não conseguem exercer uma autoridade sensata e desmotivadora destes procedimentos, e vão acontecendo estes desenlaces que a mim pessoalmente me afetam, porque revelam um desamor por seres que não têm culpa de que os seus donos se demitam dos seus deveres mais básicos de Humanismo!

Em que ficamos senhores? Amarra-se uma animal com uma corda ao pescoço, deixa-se o dito a pastar entregue a si próprio e logo se vê? Morreu enforcado por ele próprio, paciência, enterra-se e assunto arrumado. É assim que funcionamos meus senhores? Já dizia a minha avozinha: O modo como tratamos os animais, define como somos como humanos inteligentes, no nosso dia-a-dia!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:14


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D