Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




COMO NUM FILME DE HITHSCOCK...ESCUSADO!

por jotaeme, em 29.10.06

Mas não havia necessidade, como dizia o outro!

Após um primeira parte quase toda num ritmo impressionante, os nossos artistas quiseram ser simpáticos com os colegas da 2ª circular e começaram a deixar jogar uma equipa que esteve quase moribunda e só de pois na parte final (último minuto) é que teve arte e engenho para levar de vencida o seu opositor...

Valeu a pena aquele estronoso final, mas por favor não nos preguem mais partidas destas,é que o nosso coração de dragão aguenta, nas fica extenuado!

Já agora uma pequena nota: O que vai suceder áquele grego jeitoso que "arrumou" o nosso Anderson por 2 meses? Estou curioso por saber!

Força POOORTTTOOO!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:21


O DIRIGISMO DESPORTIVO CONTINUA EM ALTA!

por jotaeme, em 24.10.06

Com a aproximação do embate entre o Futebol Clube do Porto e o Benfica, a nossa comunicação social delicia-se com os despautérios que todos dizem e dá-lhes uma cobertura excessiva, eu diria, doentia, e que ciclicamente nos coloca a todos de cara à banda!

Eu um adepto confesso do F.C.P., fico agoniado com todos estes cenários e verdadeiramente zangado com aquelas “figurinhas” que não se sabem comportar com bom senso… Dos lados da 2ª circular, nada me espanta, mas o que verdadeiramente me surpreende é sempre o silêncio dos responsáveis da Liga, que a tudo assistem impávidos e serenos, como se não fosse nada com eles!

Do lado do meu clube, eu apenas dava uma sugestão: não respondam a nenhuma dessas provocações, deixando-os a falar sozinhos, nem mais nem menos!

È que não há pachorra que aguente esta gente!

E já agora resolvam de uma vez por todas esse famigerado processo “Apito Dourado” e dediquem-se apenas a jogar à bola com “fair play” e competência…

Os nossos estômagos agradecem…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:49


OS ESPANHOIS QUEREM ANEXAR PORTUGAL!

por jotaeme, em 18.10.06

Espanhóis querem anexar Portugal


Segundo uma sondagem ontem conhecida, quase metade dos espanhóis (45,7 %) gostariam de unir Portugal a Espanha.
A revista espanhola Tempo pediu esta investigação que refere, também, que segundo os espanhóis, o novo país deveria chamar-se Espanha e ter como capital Madrid e deveria manter o regime monárquico já existente no país.

Esta pesquisa revela que o apoio à união de Espanha a Portugal é, especialmente, elevada entre os mais jovens (dos 18 aos 24 anos) e, entre os apoiantes a esta fusão, 43,4 % é da opinião que o novo Estado deveria chamar-se Espanha, contra 39.4 % que defende Ibéria como sendo o melhor nome para o novo país. É de referir, ainda, que somente 3.3 % gostaria de ter Lisboa como capital, contra 80 % que preferiram Madrid.

Este inquérito surge após o semanário português "Sol" ter revelado que 28 % da população portuguesa será a favor da união do país a Espanha.
O sentimento de proximidade com Portugal é mais intenso nas regiões que fazem fronteira com o nosso país e, inclusive, em alguns casos, nestas zonas, os espanhóis sentem-se mais ligados a Portugal do que ao seu país.
Segundo a revista Tempo, este projecto de junção dos dois países já existe há alguns séculos, principalmente aquando da revolução espanhola.

Sente-se luso-espanhol
Faustino Alvarez, colunista na Imprensa espanhola, sente-se "luso-espanhol, ou vice-versa" e que o factor proximidade cultural é uma das principais razões para que muitos alimentem este ideal de unir os dois países.
"Seja palácio real ou presidência republicana, o melhor é que portugueses e espanhóis, ocultemos qualquer cartografia evitemos que Bruxelas envie os seus forenses a arrebentar este balão de sonhos", acrescentou o colunista espanhol.

LERAM? GOSTARAM? CAROS AMIGOS, COSTUMA DIZER-SE NA MINHA TERRA: A BRINCAR É QUE O MACACO F….. A MÃE!

PERANTE ESTAS SONDAGENS E OPINIÕES, VEM-ME LOGO A COMICHÃO DO COSTUME, QUANDO ME QUEREM FAZER PASSAR POR BESTA (EU IA DIZER BURRO, MAS ESTE É UM ANIMAL QUE EU RESPEITO MUITO)!

E DE MANSINHO LÁ VEEM ALGUNS ESCRIBAS DEBITAR ESTES RACIOCÍNIOS COMO SE NADA FOSSE! NÃO HÁ MAIS NADA DE IMPORTANTE PARA ANALISAR E ESTUDAR? MAS QUE FALTA DE INTELIGÊNCIA…MAS JÁ QUE SUBTILMENTE COMEÇAM A COLOCAR ESTAS QUESTÕES, EU DIGO DESDE JÁ: PORTUGAL PARA SEMPRE E INDEPENDENTE DESTES PATERNALISMOS BACÔCOS…PODEMOS TER MUITOS DEFEITOS, COMO POVO QUE COSPE NO CHÃO E COÇA OS TOMATES, MAS CADA UM COM A SUA…TERRA.TEMOS COISAS BOAS E ORGULHO NA NOSSA HISTÓRIA! CONVIVÊNCIA E COLABORAÇÃO COM ESPANHA E VICE VERSA, PODE SER, MAS JUNÇÃO OU FUSÃO, NUNCA!

PORQUE NÃO PERGUNTAM ESTES ESCRIBAS A OPINIÃO DOS CATALÃES E DOS BASCOS?

ESTOU CURIOSO POR SABER…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:07


NET FRIENDS... QUEM TEM MEDO?

por jotaeme, em 06.10.06

NET FRIENDS…

Há quem pense que isto das coisas da Net, são todo um perigo, ciladas, perversão, etc., etc.

E aqueles que mais desdizem são os que não gostam de praticar! A mim arrepia-me, ver, ler e ouvir personalidades pseudo intelectuais cá do nosso burgo, dizerem com um ar sapiente, isto das novas tecnologias é para os “putos”, eu não mudo, não me deixo “apanhar” e outras pérolas semelhantes…

O que eu verdadeiramente penso é que só não mudam os burros (com a devida ressalva para estes nobres (mas teimosos!) animais) e por isso todos aqueles que se recusam a aceitar a evolução dos tempos, vê passar ao lado todo um somatório de possibilidades que estas inovações nos proporcionam. Não é só em termos pessoais, mas também em termos profissionais! É extremamente importante procurar acompanhar toda esta corrente de informação tecnológica, posta afinal de contas, para o nosso benefício!

Claro que como em tudo na vida, tem de haver moderação no uso de tudo o que compõe este manancial de possibilidades para podermos tirar todo o benefício! Mas só os mais distraídos é que não vêem isso!

Pois se acelerarmos a altas velocidades, não poderemos ter um acidente? Se comermos de mais (ou de menos!) isso não nos causará graves danos à nossa saúde? E se bebermos um pouco além da conta, teremos o juízo todo? E assim por diante…

Temos é de ser inteligentes e por a nossa massa cinzenta em permanente acção! Ou será que andamos neste mundo só por andar?

Resultados de todo este proceder de ajuste e aceitação dos novos tempos? Melhor valor intelectual, auto estima “high”, sentir-se participante activo nos eventos que comandam os nossos destinos, partilhar o nosso conhecimento (melhor ou pior) e ter a sorte de encontrar pessoas formidáveis que nos ajudam a melhorar a nossa vida em vários capítulos, e quanto aos perigos e aos maus, só temos de lutar de peito aberto e vencê-los! Sem medos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:14

Por estes dias, todos nós demos já de caras com filas de estudantes de cara pintada diante de colegas mais velhos submetendo-se à praxe académica. Por mim, devo dizê-lo, faz-me um pouco de confusão que haja quem ache graça a qualquer dos papéis, seja o do submisso caloiro seja o do protector veterano pronto a humilhar quem chega à escola superior. Cai já no domínio da patologia tudo quanto é excesso e só vale a pena falar nisso porque, infelizmente, tais situações não são tão raras quanto parece

. Na origem, a praxe até é uma ideia simpática, procurando ajudar a integrar no meio universitário quem chega de novo. Está visto que houve quem a transformasse no direito de quem está a humilhar e a violentar quem chega. Em vez de firmar códigos de amizade, estas praxes dão conta da existência de condutas violentas de grupos organizados que pura e simplesmente espalham o terror entre os seus pares. Um terror e uma humilhação que muitas vezes duram o tempo de uma licenciatura

Por todas estas razões, eu meu entender a aplicação das praxes devia ser repensada. Fazer do acolhimento dos novos alunos uma festa, sim, mas digna e plena de companheirismo servindo de incentivo e de aconselhamento pela positiva e não com práticas ridículas e algumas vezes perigosas aos novos companheiros.

Cito apenas de exemplo as boas vindas dadas pelos alunos do 11º ano aos colegas do 10º ano na escola Gonçalves Zarco em Matosinhos, numa turma que está integrada no projecto Pós Zarco e que deixou todos os assistentes presentes muito sensibilizados pela maneira elegante e de companheirismo que o representante dos alunos do 11º ano deu aos mais novos, incentivando-os a trabalhar muito para que possam ter êxito neste projecto!

As escolas, faculdades, etc. existem para isso mesmo, trabalhar, aprender competências para a vida real e não para brincar, humilhar e muitas vezes traumatizar alunos…

È mostrar inteligência, repensar todas estas tradições que em nada contribuem para elevar o espírito académico dos jovens.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:44


...

por jotaeme, em 02.10.06

 WHY? WHEN FINISHED THAT ?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:15


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D