Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O PAULI-De sua condição PIRIQUITO.

por jotaeme, em 22.04.04
O Paulie


Olá eu sou a Raquel, tenho 12 anos e tenho um periquito fantástico. Ele toma banho na minha mão, o que é um espectáculo. Passa debaixo da torneira para se molhar, molha o pescoço, as asas e sacode-se todo. Solto-o na cozinha ou na sala e ele vai para o meu ombro e para a minha cabeça. Quando eu estou com papel na mão e ele está solto, ele não me larga porque ele quer trincar o papel.
Ele também imita um toque do télemovel e a campainha. Gosta muito de fruta e de alguns legumes. Se eu tenho uma bola azul como ele nós brincamos com a bola. Ele também gosta muito de pão fresco. Parece um aspirador quando temos migalhas na mesa. Gosta muito de sumos, de gelados, de chentily, de bolachas e de iogurtes. Ele também gosta de etiquetas. Eu tenho uns noivos que foi do casamento da minha irmã e tinha uma etiqueta e ele quando estava solto ia atrás da etiqueta. Até fazia patinagem quando íamos tirar – lhe a etiqueta do bico.
Quando está no meu ombro trinca-me os cabelos e nas camisolas os pêlos. E ele tem muitas cócegas na barriga. Também quando ponho música ele começa a dançar, é tão giro! Falando do aspecto dele ele é azul como já falei, ás vezes dizemos que ele é portista porque é azul. Nunca tive um animal como ele. É ele que me faz companhia quando estou sozinha.
Enfim a melhor coisa que posso dizer dele é que GOSTO MUITO DELE!

RAQUEL MADUREIRA.



P.S.- É POR ESTAS E OUTRAS, QUE EU ADMIRO MUITAS VEZES OS ANIMAIS, DO QUE ALGUMAS PESSOAS!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:47

A IMPORTÂNCIA DO FUTEBOL E AS PESSOAS...

Nestes dias que vão passando, vem a comunicação social portuguesa dando destaques a eventuais casos de corrupção de árbitros,dirigentes e clubes, na gestão do futebol da nossa praça. Eu entendo na minha opinião que é uma situação perfeitamente normal,e, temos que deixar a justiça actuar.NINGUÉM DEVE ESTAR ACIMA DA LEI!
Agora o que eu quero é salientar apenas dois aspectos que os pseudo intelectuais deste país tendem a desvalorizar: 1º- Como modalidade desportiva e quando disputada com pundonor e correcção ela suscita grandes emoções e empolgamento.
2º Influencia positiva e negativamente a nossa maneira de estar, porque está associada á nossa auto estima pessoal, que tem nas vitórias um efeito motivador perante tudo e todos e estas virtudes temos que as cultivar!
Temos que saber gerir estas situações com maturidade e aceitar a resolução destes casos sem traumas! O desporto é e continua a ser uma fonte de virtudes e benefícios para todos nós, mais do que os defeitos. A estes temos que os reduzir á taxa 0(ZERO).

PS.- Nem de propósito, ontem o meu FCP iniciou a 1ª metade da caminhada para a final da Liga dos Campeões e isso deixou-me bem disposto,Porque será?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:15


...

por jotaeme, em 21.04.04
O TRABALHO DIGNIFICA.
Diz-se e com muita acuidade que o trabalho ou a falta dele, desempenha uma influência importantíssima no ser humano e em especial, nas sociedades ditas avançadas.
No relacionamento laboral dos dias de hoje, com o rápido avanço das novas tecnologias, a mão de obra tende a ser reduzida á expressão mais simples, ou seja, há cada vez mais pessoas desocupadas e sem esperanças de conseguir um posto de trabalho e consequentemente, criando um horizonte de expectativas muito curto e depressivo. Os que têm o seu emprego enfrentam também os novos desafios com a necessária formação profissional contínua, único caminho que lhes permite continuar a lutar com dignidade pela realização do seu dia a dia e resolução dos seus anseios e responder com eficácia as solicitações da empresa de que faz parte. Clareza de ideias, vontade de vencer e de colaborar, são predicados impriscindíveis para todos nós. Não há povos mais inteligentes de que outros, há sim uma postura e participação adequada de cada um de nós. O que quer que façamos, façamo-lo bem. A nacionalidade é apenas uma consequência, não uma causa. Nós Portugueses temos que ter orgulho como Povo colectivo e como seres individuais, e capazes de grandes feitos desde que nos empenhemos com vigor e coragem.
Façamos cartilha destes Valores todos os dias da nossa Vida e os resultados terão que aparecer!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:09


IMPUNIDADE-Sentimento de...

por jotaeme, em 20.04.04
IMPUNIDADE-Sentimento de...
Uma das virtudes presente nas nações ditas democráticas é a possibilidade efectiva de existir sempre um castigo ou punição para o cometimento de crimes, sejam eles de natureza económica, pessoal ou social.Este sentimento que nós cidadãos temos inculcados no nosso subconsciente, permite-nos viver de cara feita e levantada para suportar quaisquer afronta ou atropelo aos nossos direitos, assim como nos adverte para o nosso comportamento adequado em relação aos outros. E TUDO SERIA UM MAR DE ROSAS SE... certo,caro leitor, seria se não estivesse instalado nos últimos tempos um pouco por todo o lado (não só em Portugal), o tal sentimento de impunidade e falta de crença na aplicação da JUSTIÇA. É na negação destes valores que começa o desencadear de acções de revolta,de mal estar que nos aflige nestes dias que correm, não é verdade snrs pedófilos e afins?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:35


ANGOLA-Terra de Paixão

por jotaeme, em 14.04.04
HISTÓRIAS DE GUERRA- Angola 1973/74
Estava eu no 2º ano de comissão de serviço por terras angolanas perto de Maquela do Zombo, e participava nesses dias de Out73 numa coluna militar de reabastecimento (eu fui Furriel Mecânico), na CªCaç.3535, quando inopinadamente deparamos com uma carrinha com matrícula holandesa parada na picada e duas mulheres brancas á volta da dita. Com as cautelas adequadas ás circunstâncias, indagamos as razões desta situação e foi-me dito por elas que o motor se tinha avariado. A comunicação foi feita em françês e com uma delas (a Natascha) , nasceu de imediato uma forte empatia tendo-me contado de que vinham em "passeio" desde a África do Sul e dirigiam-se para o Zaire (hoje República Democrática do Congo) e sempre sozinhas! Depois de posteriormente de lhe rebocarmos a carrinha avariada até ao nosso aquartelamento, elas deslocaram-se a Luanda para comprarem os sobressalentes necessários para resolverem o problema, durante todos estes dias fiquei com uma impressão diferente do que era a dita guerra "colonial". Aquando da despedida para continuarem a sua viagem turística por terras africanas, desejei um dia tornar a vê-las na vida civil, coisa que nunca mais aconteceu, ficou-me para sempre nas minhas memórias esta história de guerra bem real. Passados mais de 30 anos, onde quer que estejas Natascha, tu fostes a minha 1ª e única paixão da guerra!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:04


karaokemania

por jotaeme, em 13.04.04
Amigos: Cantar alegra a alma! Dentro desta permissa proponho a todos os meus companheiros bloguistas, que tentem esta experiência inolvidàvel de participar num karaoke. Ele os há por todo o grande Porto. Por momentos sentimo-nos um Elton John,Joe Cocker etc. E os talentos que se divisam nesses momentos! e o companheirismo que se desfruta com outras e outros "cantores". Deixo aqui este repto e abro a discussão para que se analise esta temática. Eu já pratico com regularidade e Vós? Vamos a isso?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:04


Os Contra"s.

por jotaeme, em 13.04.04
Se há coisas que me aborrecem soberanamente, são os "contras", ou seja, aqueles que estão em oposição contínua a tudo que mexe. Se construimos uma estrada a dita vai passar demasiado perto "deles". O meu clube ganha (F.C.P.) a culpa é dos árbitros. com pessoas como estas podemos estar certos que caminharemos alegremente para trás. E será esta a base fundamental que suportará o meu trabalho literário.Em breve publicarei artigos mais concretos e personalizados.
Até Breve!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:08


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D