Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



emigrantes em portugal 1.JPG
EMIGRAÇÃO e IMIGRAÇÃO e PORTUGAL…
Tentar viver melhor e de acordo com os seus sonhos e projectos é direito de todo o ser humano, sempre que dentro da lei que rege os países e continentes onde o mesmo ser humano existe. Falando de PORTUGAL e como português não deixo de me preocupar com o que vai acontecendo nos últimos anos com a inversão do fluxo de pessoas (éramos um país de emigrantes e agora passamos a ser um país que acolhe pessoas vindas de toda a parte do mundo ou seja de imigrantes). Eu sou a favor de todos aqueles que cá chegam em procura de melhores condições de vida, mas também acho que têm de ser salvaguardadas 3 condições básicas:
1º Têm de ter um contrato de trabalho já garantido e com documentos legalizados pelas leis portuguesas.
2ºO seu currículo tem de ser o mais exacto possível para e o adequado à função para que vem desempenhar o seu trabalho.
3ºSó depois de um período razoável de estadia no nosso país e comprovada a sua adaptação em condições sócio profissionais é que poderia ter consigo os seus familiares directos (esposa/marido e filhos).
A todos aqueles que chegam por vias clandestinas e ilegais, e que não tivessem estatutos especiais por motivos políticos ou religiosos, seriam simplesmente repatriados para os seus países de origem.
E qual é o cenário actual? Clandestinidade, e criminalidade que crescem todos os dias e com apoio táctico de pseudo empresários que sem escrúpulos exploram estas pessoas que por cá demandam em especial os que pelo menos tentam trabalhar, sem os tais contratos de trabalho e respectivos descontos para o estado português (S.Social) e desamparando-os quando essas pessoas necessitam de cuidados de índole sanitária e social e ás quais teriam direito se fossem cumpridas todas estas etapas que acima menciono!
Desta maneira não auguro boas notícias relacionadas com esta área de acção tão sensível e que me dá a impressão de que os nossos responsáveis e governantes do nosso País estão um pouco alheios e a descurar e que poderá resultar em convulsões sociais de resultado imprevisível!
COMO SE DIZ EM BOM PORTUGUÊS:
QUEM TE AVISA TEU AMIGO É !

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:22


1 comentário

De Anónimo a 22.06.2005 às 17:12

Portugal tá num caús completo, quem não vê isso!
Lamento muito o que está aacontecer ao meu pequenino Portugal.
Beijoadryka
(http://suspirar.blogspot.com)
(mailto:adri1111349@hotmail.com)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D