Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




FALANDO, (MAIS UMA VEZ), DE EDUCAÇÃO.

por jotaeme, em 15.10.13

Para mim a vertente Educação é um dos pilares da Democracia, que tenho por fundamental. Não me canso de ler, ouvir, trocar ideias com tudo e todos sobre esta temática!

Porque convencidíssimo que a alma desta nação portuguesa, sem esta valência, ficará sempre atrasada, na corrida do presente e futuro mais próspero. Mais inteligente, mais igualitário no conceito das nações desenvolvidas e regidas por ditames democráticos, só com um bom ensino nas nossas Escolas e Universidades!

Depois destes considerandos iniciais, as minhas palavras centram-se hoje, em duas vertentes: O ambiente na Escola e o Ensino Recorrente noturno.

1-As Escolas no nosso tempo de hoje têm de possuir “ferramentas” ao nível da s suas estruturas internas que assegurem um bom desempenho a todos os atores, ou seja, professores, alunos, funcionários administrativos e auxiliares, ainda as próprias instalações dos edifícios, preparadas e renovadas em constância, em especial nas novas técnicas áudio visuais de que o Ensino faz já por essencial e normal ter.

Se estas condições se verificarem o controlo comportamental dos Alunos, será mais equilibrado e obterá melhores resultados, disso não tenho dúvidas. Evitará ainda situações constrangedoras e de falta de segurança e disciplina entre toda a tribo dos alunos.

2-O Ensino Noturno (designado agora de Recorrente), foi em tempos idos a joia da coroa do Ministério da Educação, mesmo ainda no tempo do Estado Novo! Permitia a todos aqueles (as) que trabalhando de dia, podiam com um esforço suplementar cumprir os seus projetos e sonhos de terem em termos educativos, o nível que ansiavam, fosse no Secundário ou depois no Ensino Superior. Mas toda esta aquisição de conhecimentos feita com Verdade e Igualdade em termos curriculares e Disciplinas iguais às do ensino Diurno! Com práticas curriculares que culminavam nos Exames Nacionais junto com os “putos” de dia, para a conclusão e ou continuação de outros níveis de Ensino.

Neste ano da graça de 2013, de que é que está á espera o snr ministro Nuno Crato para restabelecer estas vertentes educativas nas nossas escolas? Já nem lembro as outras variáveis noturnas, (EFA´s e CNO´s)!

Pense nisto snr ministro Nuno Crato! Se colocar em prática esta minhas revindicações, verá que os frutos serão muitos e bons, categóricos, sem aquela suspeição que muito boa gente gosta de mal dizer sobre este tipo de ensino Pós-Laboral. Porque a sua autenticidade está assim assegurada.

Cada coisa a seu tempo, mas não esqueça deste meu lembrete!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:39



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D