Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



“CENTROS” QUALIFICA O QUÊ?

por jotaeme, em 21.08.16

QUALIFICA 2.png

 

Palavra de honra que eu tinha uma leve esperança de que com esta mudança política que ocorreu em OUT2015 e com as novas orientações politicas a área da Educação fosse um dos polos a ter em conta! Tiago Rodrigues traz alguma imagem de inovação e diferenciação e com um aval politico e partidário da Maioria Parlamentar para proceder em conformidade na revolução no bom sentido que este setor precisava!

E de repente lá vem a “novidade” que eu mais temia! Vão “ressuscitar” as N.O. recauchutando com o novo “endereço” de Qualifica! E eu pergunto: Porque não implementar de novo de forma “arejada” o valioso e insuperável “Ensino Recorrente Noturno”!

Este sim é e foi, o meio mais verdadeiro, mais justo, para que os de mais idade e jovens com mais de 18 anos que por opção ou contingência das suas vidas não puderam completar o Ensino Secundário, porque entretanto, entraram no mercado de trabalho! O Ensino Recorrente Noturno assegurou a todos os que a ele aderiram, um rigor de conteúdos igual ao Ensino Diurno, a somar ás competências que no seu dia a dia nas Empresas conseguiram adicionar! E mais: deram-lhes as possibilidades de entrar no Ensino Superior com um nível sério e real na concretização dos seus planos de estudos, tal e qual como os “miúdos” do “Diurno”!

Na outra vertente que agora os “inovadores” deste Plano do “Qualifica” reclamam, eu vejo apenas interesses obscuros e dispêndio de verbas que vão satisfazer clientelas pouco fiáveis…As Empresas por outro lado, que têm nos seus quadros colaboradores que precisem de reajustar conhecimentos dentro das mesmas, pois é a elas que compete dar as ferramentas para que o seu desempenho melhore e com isso o sucesso das ditas no mercado em função das suas áreas de ação!

Por inerência, este modo de atuar chamará normalmente mais Formadores e Professores, sem necessidade desta demagogia de querer resolver em pleno a Empregabilidade de todos os elementos que escolheram ensinar, nas Escolas Públicas ou Privadas! Como qualquer Cidadão deste País, têm de se sujeitar á lei da Oferta e da Procura!

Faço votos para que ainda haja o bom senso de retificar este Plano, que será mais um faz de conta e apenas para a Estatística! Lamentável!

Pense nisto snr Ministro da Educação!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:38

brexit_epa67686ad9.jpg

 

Tenho para mim que referendos como o que hoje está a fazer a Grã-Bretanha, devem ser assumidos na sua plenitude, sem medos dos países que compõem a U.E. Porquê?

-Os ingleses são importantes para a U.E.? - São!

-Os ingleses têm um historial de grande e sólido parceiro que ajuda a equilibrar a política internacional? -Têm!

Mas se este referendo a que David Cameron se propôs, quanto a mim para a sua própria sobrevivência politica, tiver um desfecho de saída o mundo e a U.E. vão ou não colapsar? Mesmo para os mais pessimistas eu diria que não!

Como organização a U.E. vai prosseguir o seu caminho e a Grã-Bretanha, também.

800 inglaterra 1.jpg

 

No que concerne aos portugueses que imigrados em terras de Sua majestade, não têm que temer, todos aqueles que fazem do seu trabalho a sua principal motivação e qualidade! Somente aqueles que mais por aventureirismo e turismo subsidiados é que sentirão nestes dias algum formigueiro…

Para Portugal e para a U.E esta possível saída dos ingleses, terão consequências para que os responsáveis europeus se concentrem mais e melhor nos objetivos económicos e sociais de todos os cidadãos que lutam dia a dia de forma digna pelo seu sustento!

No caso de Portugal acredito que as nossas ligações seculares na área económica irão resistir e que a Grã-Bretanha, sabendo dessas ligações, não irão esquecer um número considerável dos seus Concidadãos que vivem e trabalham nas suas empresas em solo lusitano! Aos empresários e cidadãos portugueses exigirá ainda maior dedicação e imaginação, sim, sem dúvida! Mas estes desafios fazem parte inevitavelmente dos nossos tempos e objetivos! Neste mundo global é mesmo assim, não há hipótese de retrocessos! Por estas e muitas mais razões aguardemos pelos resultados de hoje!

PS: A minha profunda convicção pessoal é de que os Britânicos irão querer manter-se na U. E. e gostaria que assim acontecesse!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:55


A CULTURA DAS PALAVRAS PORTUGUESAS…

por jotaeme, em 11.04.16

506382 joao soares

 

João Soares não falhou na Cultura do seu efémero reinado. O ministro auto demitido, falhou no modo como “cumprimentou” os seus oponentes, homens das letras do dia a dia dos média…

Estes têm de ganhar a sua vida e por vezes não conseguem melhor do que aquelas frases muitas vezes incendiarias, sim senhor, mas em Democracia, um ministro seja de que governo for, tem de estar preparado para ouvir remoques, sejam eles escritos ou mesmo “live”, num espaço ou rua qualquer…

Aquela imagem dos duelos com que no século XIX se resolviam estes desaforos linguísticos e lavagens da honra pessoal, já fazem há muito parte da nossa história “cavalheiresca”! Nos nossos dias, resolver á bofetada, poderia ser uma solução, mas nunca a expressar publicamente. Quando se cruzassem por acaso, pois claro, e longe dos olhares dos “paparazzi”, então aí sim, o snr. João Soares poderia aplicar a sua infalível receita!

E como acrescento, para este tipo de resoluções de problemas, não o ajudou nada a imagem de seu ilustre pai que tem tido por vezes um modo diria disparatado de resolver situações que careciam de mais e melhor responsabilidade pessoal…estou a lembrar-me por exemplo dos comportamentos tipo infantil de Mário Soares, quando é apanhado em excesso de velocidade nas nossas autoestradas ou quando colide com outra, dizendo ao seu motorista para continuar a marcha rumo ás malhas da lei!

Portanto, quase por instinto, João Soares pensa que pode mostrar a sua faceta de macho e vai daí não resiste a um desafio escrito num jornal qualquer, por um jornalista qualquer. Assim… ele vai arranjar que fazer noutra área…na Fundação do Pai, por exemplo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:10

Em qualquer País que queira merecer o respeito e participação elevada dos seus Cidadãos a Educação deve merecer muita e especial atenção, para não dizer carinho aos seus governantes!

Sem um Ensino verdadeiramente vocacionado para a aquisição de competências, seja desde o berço e mesmo depois já na vida adulta a nossa Rede de Ensino deve estar disponível para todos aqueles que a solicitem! A demissão ou omissão destas tarefas nacionais o País fatalmente ressentir-se-á, no modo como todos nós exercemos os nossos deveres e obrigações cívicas e contribuímos para a imagem do progresso social, neste caso do nosso Portugal.

ministro da educaçao tiago brandao rodrigues 1 .p

 Serve esta introdução para relembrar aos mais distraídos, o processo de eliminação em 2010 do Recorrente Noturno a coberto dos lançamentos dos EFAS e Novas Oportunidades, patrocinadas pela governação do nosso “Filósofo de Estimação” o snr Santos e Sousa.

Eu fui na Augusto Gomes de Matosinhos um dos que fizeram parte das últimas turmas no Triénio 2008/2010 e constatei da tremenda asneira (injustiça) a todos os Cidadãos que por motivos vários não conseguiram completar o Ensino Secundário nas vertentes de Ciências e Humanidades! Eu entrei na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, como se de um “miúdo” se tratasse! Em plena igualdade curricular, apenas com mais uns “anitos” de vida!

A razão que o ME apontava para a sua extinção eram os custos económicos relacionados com estes Cursos do Recorrente Noturno e o número insuficiente de Alunos que a ele aderiam! É algo surrealista quando foram os anos de ouro dos Cursos EFAS e N.O., na era do snr Sócrates!

O sentimento partilhado pelos Professores do R.N. com os alunos, com muita tristeza e angústia á mistura, numa sintonia que impressionava, era de que eles não alinhavam nestes raciocínios macroeconómicos, baseados em pura demagogia e que sustentavam esta tese dos custos insuportáveis!

Depois o governo de Passos Coelho deu a machadada final nas N.O. eu meu entender, só para castigar mais uma vez o “Filósofo” e o seu Ministro da Educação Crato de seu nome, nunca teve a perspicácia ou a sorte de alguém ligado ao Ministério para que revertesse este módulo insubstituível do Ensino Recorrente Noturno.

Convém lembrar mais uma vez aos mais “distraídos” que a parte Curricular e de Conteúdos das Disciplinas administradas nas áreas das Ciências e Humanidades eram exatamente as mesmas dadas nos Cursos Diurnos!

E é aqui que faz toda a diferença com toda a panóplia de cursos Pós-Laborais que possam existir! Por esta fundamental razão e se queremos para Portugal níveis verdadeiros de Ensino e Competências reais e não de faz de conta, o Ensino Recorrente Noturno tem de regressar ás nossas Escolas na sua matriz verdadeira e que vem, pasme-se dos anos da Ditadura!

Não acredito que se continue a apregoar nos corredores dirigentes do ME, que só por motivos económicos os tiveram que desativar! Haja coragem politica Srs. Dirigentes do ME e verão como os Alunos lhe agradecerão porque representa a verdadeira resposta aos anseios de todos aqueles que por motivos na sua maioria fundamentados, não puderam na sua juventude obter um aproveitamento escolar que lhe permitiria concluir com sucesso os seus projetos de vida social e profissional!

 

Imagem1escola1.jpg

 Rumo ao Conhecimento…ESAG- Matosinhos 2009.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:55

tap e aeroporto do Porto.png

 

Apoio incondicionalmente a posição pública de Rui Moreira o autarca da nossa cidade Invicta, sobre o perverso plano de supressão de quatro rotas para países europeus a partir do aeroporto Sá Carneiro!

Se, os aviões andam sempre lotados!

Se, o objetivo enunciado é rentabilizar e melhorar a gestão económica!

Se, a TAP permanece pública, ou seja, nós contribuintes portugueses do Minho ao Algarve e Ilhas Atlânticas participamos na sua gestão com os nossos Impostos!

Porquê, então esta pressa de alterar o que está bem?

Porquê, centralizar na capital Lisboa tudo o que de bom temos em Portugal?

Porquê, querer passar sempre atestados de menoridade aos portugueses, que não fazem parte da metrópole lisboeta?

Porquê, querer sempre o que temos de positivo, para junto dos senhores do Terreiro do Paço?

Então, se se confirmarem estes maus presságios, temos de lutar e mostrar a nossa indignação aos “supremos líderes” da capital!

Então, porque não pedirmos tal como a Catalunha, um referendo para a nossa independência Regional do resto do país?

Então, porque não? Como diz a voz popular “Para tolo, tolo e meio”!

Nota Final: Senhores da “Geringonça”, estejam atentos e pensem sempre em Portugal Continental e Ilhas e não na Área Metropolitana de Lisboa! Sugiram lá aos “crânios” da nova TAP, que venham até cá e ouçam as vozes dos portuenses…

Não foi para isso que os elegemos com os nossos votos?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:05

carnaval 2016.png

 

Parece um espetáculo carnavalesco, mas não é! Esta semana foi (está a ser) pródiga em casos que se não fossem reais só podiam ser de brincadeira e folia da época!

Vejamos:

1-O sucateiro Godinho de férias no Brasil, (no intervalo de cumprimento de penas (quais?), do processo “Face Oculta”.

2-Os casos de corrupção e de fuga ao Fisco que envolvem figuras já conhecidas(social, desportiva, e politicas), tais como Veiga do futebol mais o irmão de ex-PM Santana Lopes, juntando ao duo novos nomes como outro Ex Presidente do Benfica de seu nome Damásio,(caramba, são todos Ex- qualquer coisa!), apreendidos uns milhões de euros em dinheiro vivo,(começo a perceber agora porque o snr Veiga queria comprar uma instituição bancária, embora não lhe gabe o gosto perante a recente ondas de desaparecimentos das notas na história recente das nossas nobilíssimas entidades que têm ficado pelo caminho…), era mesmo para poder guardar e arranjar um cofre mais resistente, para as suas economias!

3-No município de Braga, outra história ligada a ex-elementos da autarquia bracarense, (mais um Ex-!), e a gestão aparentemente danosa nas frotas de transportes de passageiros.

Atenção Paulo Morais, já que não foi para Belém, aproveite que tem aqui muito material para trabalhar e combater a Corrupção que parece uma praga ultrarresistente em todo o lado e aqui nestes casos em Portugal. Pior do que o mosquito Zika, sem dúvida a sua irradicação!

Portugal país pequeno em tamanho e população, mas grande nestes assuntos da boa gestão financeira!

orçamento europa 1 2016.png

 

PS:

Á tangente é certo, mas ao OGE elaborado por Costa e seus aliados á Esquerda, foi-lhe e dado o beneficio da dúvida pela Comissão Europeia e vai mesmo ser aprovado no Parlamento português! Estou a imaginar e a tentar adivinhar o que vai nas cabeças dos “influentes” e “oponentes”, deste esforço governativo de Costa e Centeno! A remoer trovões e coriscos, por agora terão de os engolir ou guardar e tentar sorrir com apenas alguns dentinhos…

Que raio, este Costa é mesmo resiliente! Depois de derrubar uma serie de obstáculos no seu caminho rumo ao Poder, lá vai continuando a avançar! Quem diria! E o novo PR eleito sem poder por agora emitir os seus “pareceres TVI anos”! Que chatice este impedimento! Grrrrrrrrrr!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:48


ELEIÇÕES E MIGRANTES...

por jotaeme, em 19.01.16

ELEIÇÕES, REFUGIADOS…

eleicoes 1.png

 

Esta campanha eleitoral para a Presidência da República, tem-se revelado “sui generis”. Com dez candidatos e de tão variada orientação politica dá que pensar pela motivação aos promitentes concorrentes ao palácio de Belém.

Politicamente o conteúdo é de nível baixo, banal e sem o carisma que faz a essência de uma corrida eleitoral, deixando-me incrédulo com esta rábula de palavras e mais palavras de circunstancia que não nos informam, não nos convencem, para a que possamos decidir qual o melhor deles! Havendo um candidato que está positivamente a ser levado ao colo dos média, os restantes nove devem sentir-se bem discriminados!

Com caminhos mais ou menos políticos, no próximo dia 24 de janeiro o apelo ao voto dos portugueses não me parece ter resultado e faz-me pensar em valores elevados de abstenção nas urnas eleitorais. Eu lá estarei nem que chovam “canivetes" como apregoa um candidato, mas temo sinceramente que muitos cidadãos pensem erradamente de que não vale a pena a caminhada até aos locais de voto!

Como nota fina,l penso de quem se deve estar a rir com esta campanha é o snr Cavaco Silva! E a Maria, claro!

migrantes 2.png

 

REFUGIADOS: Acompanhando com mágoa e indignação este desabar de países árabes por forças que procuram de modo infame o poder a todo o custo, (Síria, Iraque, Libia, Afeganistão, entre outros), conduzidas por forças extremistas e de cariz terrorista,(ISIS, AL QAEDA, e quejandos), estão a provocar uma derrocada nesses países de modo tão trágico e desumano que os infelizes civis fogem para não morrer e para onde podem, depois de verem destruídos os seus bens e projetos de vida, procurando assim salvar as suas vidas e famílias.

Esta mole humana que todos os dias desagua na Europa, para além de outros países vizinhos, são na sua maioria migrantes refugiados disso não tenho dúvidas, e devem por isso ser ajudados com certeza! No entanto a filosofia principal e prática humanas devia ser a que a sua estadia deveria ter como motivação principal, o seu regresso aos países de onde foram obrigados a sair….

Para isso acontecer a ONU tem mesmo de exercer uma ação socio económica e politica devidamente controladas para eliminar os autores morais desses grupos extremistas e de quem os ajudam na sombra e dar condições para as verdadeiras forças politicas que verdadeiramente lutam pelos ideais humanísticos de respeito pelo Homem possam aceder á governação desses mesmos Países.Aqui sim, os países que exercem a Democracia a Fraternidade a Justiça têm de ajudar nesse objetivo. Sem desfalecimentos!

E veremos que a grande maioria desta população migrante com o decorrer do tempo tomará a opção de que mais necessitam e anseiam, o retorno aos seus países de origem, onde estão as suas verdadeiras raízes. Assim seja, digo eu!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:59

OS PRESENTES DE NATAL DO NOSSO DESCONTENTAMENTO…

banif 2.png

 

Não lembrava a ninguém, que depois dos BPNs, BPPs, BES,s e o modo vergonhoso, incompetente e fraudulento, como foram (estão ainda), tratados, chegar agora o BANIF! Com os mesmos indícios dos anteriores, os portugueses contribuintes pagadores de verdade, ficam atónitos, desanimados com estas surpresas do “sistema” financeiro português que lhes têm sido "oferecidos" e aparentemente com o alheamento do anterior governo PSD/CDS!

Atónitos, desanimados, os portugueses, porque apercebem-se que a austeridade encomendada dada como irrevogável, vai continuar com a impunidade dos mentores e autores destas falcatruas e a nossa capacidade de poupar e resistir a estas fatalidades, vai impedir-nos de nos próximos anos, concretizarmos os nossos projetos que tínhamos para as nossas vidas familiares e privadas!

Então desafiadora é a ação daqueles que tem a responsabilidade nacional, de evitar que estas lamentáveis ocorrências aconteçam, porque não foram profissionais e assertivos na resolução do problema, mais uma vez! O nosso banco de Portugal mais uma vez assobia para a lado, já não bastava o “Vitinho” e agora o snr Costa, falha estrondosamente as suas previsões, mas querem permanecer a todo o custo nos seus cargos de “supervisão” como se nada se passe!

O único sinal positivo nestes contextos é que o governo atual parece não ter medo de descobrir a manta e atacar o problema de modo seguro e revelar a todos os cidadãos portugueses que afinal a imagem de rigor e competência dos anteriores governantes, padecia destes segredos, desacreditando tudo o que de positivo fizeram!

Aliás, sente-se nos partidos PSD e CDS, algum incómodo e surpresa, de membros que ainda fazem o possível para que o exercício politico e partidário se baseie no rigor e honestidade e se sentem também enganados (e ainda bem) e querem tudo em pratos limpos, mesmo que revertam em perdas na sua credibilidade politica!

Só espero que este governo de coligação tenha o bom-senso de trabalhar em plena sintonia para que de uma vez por todas se “premeiem” os autores de mais esta monumental fraude financeira!

Doa a quem doer!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:17

massacre paris 1.png

 

É uma tragédia que só após eventos como o deste fim de semana em Paris nos façam de novo despertar para uma problemática que afeta o mundo na sua globalidade.

Porque nos tocou de perto “acordamos” de novo para esta realidade cruel. Enquanto que se assiste á destruição de países como a Síria, Iraque, a nossa consciência tem permanecido quase indiferente perante o inenarrável sofrimento dos cidadãos sírios e iraquianos entre outros. As imagens muito semelhantes e algumas delas muito mais violentas, das que acabamos de assistir em Paris, com destruição de pessoas e bens materiais parece não ter produzido uma reação internacional eficaz e rápida ao longo destes meses angustiantes no “Pós- Primavera Árabe”! Agora nesta vaga brutal de migrantes que têm ainda uma ultima e final decisão de abandonar as suas terras, as suas famílias os seus laços de cidadania, porque a alternativa seria a Morte sem qualquer dúvida imposta por monstros que se dizem humanos e por uma dominação física e espiritual sem limites, destruindo todos os sinais que na sua imbecibilidade terrorista apregoam ser contrária à sua civilização e pior, invocando “deuses vingativos” como se ainda vivêssemos nos medos e obscurantismos da Idade Média! Ao sermos agora de novo tocados no nosso “território”, ficamos indignados e vociferamos raios e coriscos!

Mas o que é imperdoável é neste caso Sírio/Iraquiano é a passividade e o desleixo, do deixa andar das nações mais fortes em termos diplomáticos e forças de execução e controle (leia-se exércitos e poder militar) que ficam sempre pelas meias medidas e quase sempre em função de interesses económicos! Países do Golfo Pérsico, ditos amigos dos EUA que fazem jogo duplo com gentes e ideais de humilhação desde que professem religiões diferentes, algumas baseadas em regras medievais, dando como exemplo os Direitos de Igualdade das Mulheres no seu exercício de Cidadania! Arabia Saudita, como exemplo(mau) deste “way of life” é apenas o mais relevante!

siria 1.png

 

O famigerado bando de malfeitores, de seu nome ISIS, tem de ser eliminado, já o deveria ter sido! E todos aqueles que aproveitam os despojos desta guerra insana também devem ser punidos! Expliquem-me como é possível haver mercenários que compram e usam os produtos roubados destes dois países? O petróleo iraquiano e os monumentos em pedaços da Síria que estão a ser adquiridos por mentes perversas que só se importam com o dinheiro que estes despojos lhes rendem? Haverá coragem e decisão para combater e derrotar de uma vez, estes poderes ocultos e muitas vezes conectados com personagens fora do retrato árabe?

Quanto aos infelizes cidadãos, eles que se mexam, que fujam, que morram, terá que ser este terrível destino? Esta tragedia humana, parece passar ao lado destes monstros e criminosos civilizacionais!

Têm a palavra os mais poderosos para passarem da teoria á prática!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:09


UM DESAFIO E PÊRAS…

por jotaeme, em 13.11.15

5932da3d11d3b04a79580af1f812ec47_N.jpg

 

Esta possibilidade de um Governo á Esquerda vai ser uma grande e difícil tarefa. A composição de três forças politicas que têm visões politicas diferenciadas, vai originar uma unidade a favor apenas de Portugal e dos seus Cidadãos? Vão ter a coragem de pensar só nos portugueses e não suas ambições politicas e partidárias?

Vão lutar com as suas ideias arejadas no espaço europeu, ou não resistirão á tentação de regresso aos “saudosos” tempos do PREC?

Todos nós nos interrogamos sobre todas estas possibilidades porque ao longo destes quarenta anos de democracia nos deixamos “adormecer” pelas soluções miraculosas da Direita e do Centro, e em simultâneo, diabolizando a Esquerda como o espectro politico que nunca nos traria(trará) nada de bom. Chegamos a esta situação caricata, de nunca os novos políticos se lembrarem neste final eleitoral, do facto de que mesmo que uma determinada força politica ganhasse numericamente as eleições, poderiam não governar desde que os restantes partidos unidos em coligação reivindicassem a sua oportunidade com a promessa de que não viabilizariam os vencedores…

Então porque não trataram ao longo destes anos de salvaguardar esta saída, ou probabilidade legal? Porque no meu modesto entender, os ditos partidos do “arco da governação”, tomaram como adquirido este vaivém governativo remetendo os outros partidos mais pequenos para uma vivencia residual no Parlamento. A ser verdade este pensamento e comportamento políticos, é no mínimo ridículo e mais, tornou-se perigoso este comportamento partidário!

eleicoes 2015.png

 

Agora o que fazer?

Há que correr e enfrentar o “risco” segundo a Direita e Centro, e esperar que a Esquerda mostre o que vale! Mesmo que possamos sofrer alguns reveses! A Democracia é assim!

Agora a faceta “arruaceira” do PSD/CDS é que me surpreende no modo como vão classificando o adversário, Paulo Portas e a sua “geringonça”, o “aquilo” da ministra da Finanças e ainda a vontade súbita de Passos Coelho, em revindicar á pressa uma Revisão Constitucional, para alterar a lei que o impediu de governar agora!

Com estas atitudes estão a esbanjar todo um capital politico que tinham adquirido e uma credibilidade da qual  podemos começar a duvidar! Estranhamente revelam um mau perder e nervoso miudinho no futuro imediato de Portugal.

O que eu penso é que devemos aceitar este ciclo politico e deixar a Democracia funcionar. E de uma vez por todas pensar no interesse nacional no seu todo, nos portugueses como cidadãos e não tendo como razão principal as cores partidárias, “preferidas”.

Desafios que a nova classe politica deve aproveitar para capitalizar com a renovação de projetos e ideias!

Não percam mais tempo (Cavaco incluído), e vamos lá enfrentar este mundo …ocidental!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:23


Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2005
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2004
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D